Agressões a árbitros

04-05-2017 21:57

‘Má fama’ do Canelas2010 chegou aos Estados Unidos

Reportagem do New York Times relata a equipa de quem "toda a gente tem medo."
​Jogador do Canelas impedido de contactar com árbitros
Foto: SAPO Desporto

Episódio com o Rio Tinto colocou a equipa na ribalta

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Depois de todas as notícias que foram escritas sobre o Canelas 2010 na sequência da agressão de um jogador a um árbitro, a equipa tornou-se numa das mais faladas da noite para o dia. Pois bem, a ‘fama’ que aglomerou nos últimos tempos chegou aos Estados Unidos onde o New York Times fez uma reportagem em que dá conta da formação capitaneada por Fernando Madureira como uma das mais ameaçadoras do futebol português.

Ao jornalista norte-americano, Fernando Madureira terá até dito algumas declarações que tentam ‘ilibar’ o Canelas da ‘fama’ de uma equipa ameaçadora. De acordo com a peça do jornal York Times, ‘Macaco’ admitiu que há traficantes de droga nos Super Dragões, mas também pessoas com bom coração.

“Não somos uma equipa violenta. Nós jogamos da mesma forma que os outros o fazem: não queremos perder, corremos, lutamos pela bola e deixamos tudo em campo. Nos Super Dragões há boas e más pessoas. Temos traficantes de droga, assassinos, mas também boas pessoas. Tudo o que existe na sociedade, existe nos Super Dragões”.

Na parte final do artigo está ainda uma referência a Marco Gonçalves, o jogador do Canelas2010 que agrediu um árbitro durante um encontro entre a equipa de Vila Nova de Gaia e o Rio Tinto. Depois da cabeçada que desferiu, o jogador foi expulso da equipa e castigado.

Conteúdo publicado por Sportinforma