Marítimo 1-1 FC Porto

06-05-2017 22:32

Herrera: "Vamos ver o que acontece, está nas mãos de Deus"

FC Porto empata com Marítimo e pode ver Benfica ficar a cinco pontos.
Luís Martins disputa uma bola com Herrera no jogo entre Marítimo e FC Porto
Foto: EPA/Gregório Cunha

Luís Martins disputa uma bola com Herrera no jogo entre Marítimo e FC Porto.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto empatou hoje a um golo em casa do Marítimo, em jogo da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e pode ver o líder Benfica ficar a cinco pontos.

O brasileiro Otávio colocou os ‘dragões’ em vantagem aos 28 minutos, mas o camaronês Djousse empatou aos 69.

Com dois encontros por disputar, o FC Porto, que empatou cinco dos últimos sete encontros, segue no segundo lugar, com 73 pontos, a dois do Benfica, que joga no domingo com o Rio Ave, sétimo, agora a três pontos do Marítimo, sexto e que ocupa o último lugar de acesso à Liga Europa.

No final do jogo, o médio mexicano Herrera mostrou-se naturalmente desiludido com o empate e com a possibilidade de perder o título para o Benfica.

"Sabíamos que era um jogo de elevado grau de dificuldade, entrámos bem no jogo, sabíamos que ia ser uma partida muito importante e tínhamos de concretizar as oportunidades", começou por dizer Herrera no flash interview da Sport TV.

"Chegámos à vantagem, e depois podíamos ter feito o segundo golo o que era uma oportunidade para estarmos mais tranquilos, mas acabámos por sofrer um golo através de uma bola parada. Tivemos oportunidades para ter vantagem e nunca aproveitámos", acrescentou o médio mexicano sobre o empate.

"Questionado sobre o que resta do campeonato, Herrera voltou a mostrar-se desiludido com o resultado com o Marítimo.

"Estamos tristes, cometemos erros. Era uma oportunidade muito importante, vamos ver o que acontece, está nas mãos de Deus. Vamos lutar até ao final e seguir acreditando que é possível", sentenciou Herrera.

Conteúdo publicado por Sportinforma