Marítimo 0-1 FC Porto

06-05-2017 21:17

Otávio vai dando vantagem ao FC Porto nos Barreiros

Otávio fez o golo que vai fazendo a diferença nestes primeiros 45 minutos.
Marítimo - FC Porto
Foto: Lusa

Marítimo - FC Porto

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto está a vencer o Marítimo por 1-0 ao intervalo, em jogo da 32.ª jornada da I Liga. Otávio fez o golo que vai fazendo a diferença nestes primeiros 45 minutos.

Num campo complicado onde não ganha desde 2012, o FC Porto joga uma das últimas três finais, na esperança de ainda poder chegar ao título. Os ´dragões` entram em campo sabendo que uma vitória pode coloca-los na liderança da Liga, ficando à espera do que fará o Benfica este domingo na difícil deslocação ao terreno do Rio Ave.

Para este jogo nos Barreiros, Nuno Espírito Santo fez várias alterações no onze, em função de castigos e lesões. Com Maxi castigado, o técnico dos azuis-e-brancos nem convocou Layún e optou por chamar o jovem Fernando Fonseca entrou diretamente para o onze da equipa pela primeira vez. Herrera também volta ao onze e joga ao lado de André André. Brahimi voltou ao seu posto habitual depois de cumprir dois jogos de castigo, numa equipa que conta só com Soares na frente. André Silva está no banco, mais uma vez.

O Marítimo, que venceu o Benfica neste estádio, entrou melhor e pediu penálti aos seis minutos, numa queda de Keita na área em lance com Felipe, mas Jorge Sousa mandou seguir. Os ´dragões` tinham dificuldades em chegar perto da baliza de Charles já que o Marítimo, com uma defesa a cinco, fechava todos os caminhos para a sua baliza.

A equipa de Nuno foi crescendo no jogo, com um futebol mais pelo meio onde tinha várias unidades. André André teve o primeiro nos pés aos 11 minutos mas rematou por cima. Aos 23 foi Charles a negar o tento a Soares. O golo surgiu aos 28 minutos, num remate de Otávio dentro da área, após corte defeituoso de Zainadine. O lance nasce de uma boa jogada pela direita, entre Herrera e Fernando Fonseca.

Daniel Ramos já foi obrigado a mexer na equipa, retirando o lesionado Luís Martins e lançando Brito, desfazendo assim o 5-4-1.

Aos 42 minutos, Otávio teve nos pés o 2-0, mas desta vez Charles levou a melhor e negou o tento ao jovem brasileiro.

Acompanhe o segundo tempo do jogo no SAPO Desporto.

Conteúdo publicado por Sportinforma