Paços Ferreira

06-05-2017 23:39

Vasco Seabra: "Não tivemos o discernimento que era devido"

O Paços de Ferreira perdeu em casa diante do Feirense.
Boavista vs Paços de Ferreira
Foto: Lusa

O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra, dá indicações durante um jogo

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Feirense venceu hoje fora o Paços de Ferreira, por 1-0, em jogo da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, mantendo o oitavo lugar da classificação.

O brasileiro Ícaro marcou aos 50 minutos o único golo do encontro, no qual o Paços de Ferreira falhou uma grande penalidade, por Luiz Phellype (78), com ambas as equipas a terminarem reduzidas a 10 unidades, por expulsão do pacense Barnes (78) e de Ricardo Dias (87).

O Feirense, que conseguiu a segunda vitória consecutiva, manteve o oitavo lugar, com 42 pontos, enquanto o Paços de Ferreira interrompeu uma série de quatro jogos sem vencer e é 12.º posicionado, com 35.

No final do jogo, o treinador dos pacenses lamentou naturalmente a derrota caseira.

"Tivemos 20 minutos muito bons, dentro do que perspetivámos, com três ou quatro situações de golo, mas, depois, a partir do meio da primeira parte, abrandámos a dinâmica e agressividade, o que nos penalizou. Entrámos na segunda parte praticamente a perder, num lance em que fomos amorfos e não atacámos a bola. Procurámos sempre [reagir], mas o Feirense sentiu-se mais tranquilo e não tivemos o discernimento que era devido", disse Vasco Seabra.

Questionado sobre a aposta no guarda-redes Mário Felgueiras, que não jogava na Liga NOS desde a oitava ronda, o técnico disse que estava previsto a sua entrada dado a sequência de jogos.

"Teve a ver com a sequência de jogos, já vinha a ser perspetivada, aconteceu agora e entendemos que era a fase em que precisava de ter jogos e mais minutos", sentenciou Vasco Seabra.

Conteúdo publicado por Sportinforma