Primeira Liga

07-05-2017 09:30

Rui Alves assume responsabilidade na despromoção do Nacional

Presidente do clube insular deu entrevista ao site do clube, onde diz que só pensa em lutar para regressar à Iª Liga.
Rui Alves
Foto: ESTELA SILVA

Rui Alves assume responsabilidade na descida de divisão do Nacional

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Rui Alves assume a responsabilidade na descida de divisão do Nacional da Madeira. Em entrevista ao site do clube, o presidente do conjunto insular afirma que a preparação da época foi o que levou à despromoção da equipa da Madeira, 15 anos depois.

"Não podemos fugir ao que é essencial, que o problema desta descida teve tudo a ver com o início. Desde a forma como foi construído este plantel a como se escolheu todo o corpo técnico. Temos de encontrar aí as razões para este desenlace. Agora temos de procurar reconstruir, pensar no futuro e tentar minimizar erros cometidos nos inícios das épocas que acabam por custar muito caro", referiu o líder do clube, que não deixa de ficar magoado com aquilo que se passou.

"Depois das derrotas com os nossos adversários diretos, ficámos com a sensação de que o nosso destino estava traçado. Estou bastante triste por, depois de 15 anos na 1ª Liga, ter de encarar este facto. Vamos encará-lo com responsabilidade e com seriedade, e só podemos pensar o que a ideia de reconstruir um Nacional capaz de regressar o mais rapidamente à Liga é aquilo que nos deve nortear a partir de agora", diz Rui Alves, que só tem olhos postos no futuro.

"Tenho de encontrar forças, porque naturalmente que o mais fácil é sair de barco. Vamos começar já a trabalhar na próxima época a partir deste momento. Há muitas coisas ainda para resolver no quadro do plantel. Com os recursos escassos que teremos, há que encontrar soluções para o Nacional sonhar com o regresso mais rápido possível à 1ª Liga", confirmou.

O Nacional da Madeira ocupa a última posição da tabela classificativa, com 21 pontos. Com duas jornadas por disputar, o Moreirense, a primeira equipa fora da zona de despromoção, já tem 29 pontos e não poderá ser alcançado pelo clube insular.

Conteúdo publicado por Sportinforma