Primeira Liga

08-05-2017 10:48

'Dragão' empata 'dragão'. Nunca o FC Porto teve tantas igualdades numa só época

Os 'azuis e brancos' somaram, frente ao Marítimi, o 16.º empate da época, 10º para a Liga.
Marítimo - FC Porto
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Empate com o Marítimo foi o 16.º empate dos 'dragões' esta época

Por Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

Fenómeno interessante na Liga, este. O FC Porto pode terminar o campeonato no segundo lugar, com apenas uma derrota registada (frente ao Sporting, por 2-1). Isto porque o grande problema da equipa de Nuno Espírito Santo tem estado no elevado número de empates verificados esta temporada.

Com o Marítimo, os ‘dragões’ somaram o 10.º empate desta edição da Liga, sendo que metade ocorreu nos últimos sete jogos (V. Setúbal, Benfica, SC Braga, Feirense e Marítimo). No somatório de todas as provas, foi a 16.ª igualdade lograda pelos ‘azuis e brancos’ em 47 partidas realizadas – os já referidos 10 para o campeonato, três em todo o percurso na Champions, um na Taça de Portugal e dois na Taça da Liga.

A última vez que o FC Porto viveu algo parecido foi em 2004/05, ano em que o campeão foi o Benfica: na altura, os ‘dragões’ empataram 14 jogos em todas as provas, onze deles para o campeonato. Nessa época, o conjunto portista terminou em segundo lugar, mas com maior número de derrotas – seis.

Para encontrar um registo ainda mais próximo do verificado esta época, é preciso recuar até à década de 90, mais precisamente às temporadas 1995/96, 1993/94 e 1988/89, em que se verificaram 15 igualdades absolutas.

No caso do FC Porto, cada igualdade ocorrida esta temporada, contudo, acabou por ter um sabor a derrota. Nomeadamente o 1-1 na receção ao Vitória de Setúbal, em que os ‘dragões’ poderiam ter beneficiado do empate do Benfica para saltar para a liderança do campeonato, o 0-0 com o Feirense, no dia seguinte ao dérbi entre Sporting e Benfica, e o mais recente 1-1 no terreno do Marítimo, que pode ter arrumado com a questão do título.

De resto, há que dizer que os azuis e brancos, no meio de tantos empates, estão há 29 jogos consecutivos sem perder para o campeonato, a melhor sequência registada por uma equipa portuguesa este ano.

De lá para cá, o máximo tinham sido sete empates, registados em três ocasiões, a última em 2014/15, primeiro ano deste período de seca azul e branco. As outras duas foram em 2008/09 e 2005/06, anos em que, porém, até foi campeão.

Conteúdo publicado por Sportinforma