Futebol

10-05-2017 11:09

Brasil continua a ser o maior exportador de de jogadores, Portugal o principal anfitrião

Portugal continua a ser o destino de eleição de uma grande fatia de futebolistas brasileiros, com os campeonatos portugueses a contarem com cerca de 20% do total de jogadores emigrados.
Soares
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Soares, jogador do FC Porto

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal continua a ser o destino de eleição de uma grande fatia de futebolistas brasileiros, com os campeonatos portugueses a contarem com cerca de 20% do total de jogadores emigrados.

De acordo com informação hoje publicada no relatório de maio do Observatório para o Futebol (CIES), o Brasil continua a ser o país que mais exporta futebolistas, num total de 1.202 jogadores, 221 dos quais nas Ligas portuguesas.

O número de jogadores brasileiros foi identificado em 83 de 93 federações nacionais estudadas pelo CIES, com Portugal a ser o primeiro país anfitrião, seguido, de longe, por Itália, com 71 jogadores, e Japão, com 54.

O estudo mostra também o futebol cada vez mais como um mercado ‘global’ de transferências, com tendência a crescer, numa lista em que França e Argentina surgem, atrás de Brasil, como os maiores ‘exportadores’ de futebolistas.

Os gauleses contavam, no início de maio, com 781 jogadores em ligas principais, e os argentinos com 753.

Portugal, que conta com aquele que é considerado o melhor futebolista do mundo, Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid, surge como o 12.º país com mais jogadores no estrangeiro, com 240.

Este relatório da CIES focou-se em Ligas das seis confederações, em especial nos seus campeonatos profissionais, concentrando-se na Europa (UEFA) o maior número de futebolistas emigrados, num total de 8.808.

Conteúdo publicado por Sportinforma