Belenenses

11-05-2017 13:33

Domingos: "Quando se ganha parece que o sol brilha"

Domingos Paciência diz que triunfo em Alvalade trouxe outro “brilho” ao Belenenses
Domingos explica que saída de Camará foi tomada durante a semana
Foto: SAPO Desporto

Domingos Paciência em Alvalade

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Belenenses afirmou hoje que a vitória sobre o Sporting trouxe um "brilho" diferente à equipa, que vai procurar fechar os jogos caseiros na I Liga portuguesa de futebol com um triunfo sobre o Moreirense.

"A vitória fazia falta. Foi uma semana de mais alegria. Quando se ganha parece que o sol brilha de uma maneira diferente. No entanto, ainda há mais para fazer e um resultado para alcançar com o Moreirense", afirmou Domingos Paciência, em conferência de imprensa, poucos dias depois do histórico triunfo no recinto ‘leonino' (3-1), onde o Belenenses não vencia há 62 anos.

O técnico, que fazia a antevisão da partida que abre a 33.ª e penúltima jornada, na sexta-feira, assegurou que o plantel quer dar uma alegria aos adeptos no último jogo desta época no Restelo, até porque, recordou, os ‘azuis' só venceram dois dos nove jogos que ali realizaram em 2017.

"Queremos alcançar. Este ano, o Belenenses só ganhou em casa duas vezes, ao Rio Ave [1-0] e ao Chaves [2-1], e os sócios gostariam que acabássemos com uma vitória em casa. Queremos dar uma vitória aos sócios porque bem merecem", referiu.

Contudo, Domingos considerou que o Belenenses vai defrontar um adversário "com valor, que ganhou a Taça da Liga" e que vai criar dificuldades no Restelo.

"Tem jogadores rápidos na frente, é uma equipa com muita intensidade, à imagem do seu treinador. As dificuldades serão muitas. É um adversário que joga bem fora de casa e teremos de ter cautelas para não sermos surpreendidos", sustentou.

Por outro lado, o técnico revelou que Abel Camará continua a treinar com o plantel, depois de o avançado ter anunciado, após o triunfo sobre o Sporting, que aquele seria o seu último jogo pelos ‘azuis'.

"Continua a treinar. Eu disse que ele não jogava mais, mas nunca disse que não continuaria a treinar. Quando disse que seria tomada uma decisão em prol do grupo, essa solução estava mais ou menos preparada. O plantel não reagiu bem, porque era um jogador que estava integrado e era o capitão, mas a vida é mesmo assim. O final de época está a aproximar-se, uns ficam outros partem. É assim no Belenenses e noutros clubes", salientou.

Belenenses, 13.º classificado com 35 pontos, e Moreirense, 16.º e antepenúltimo com 29, jogam na sexta-feira, a partir das 20:30, no Estádio do Restelo, em Lisboa.

Conteúdo publicado por Sportinforma