Benfica tetracampeão

13-05-2017 21:50

Cabo-verdianos festejam efusivamente o tetra no Largo Eusébio

O título do Benfica está a ser festejado em vários pontos da cidade da Praia e em todos das ilhas do país, onde a maior parte das pessoas é adepta dos ‘encarnados'.
Casa do Benfica da Cidade da Praia em Cabo Verde
Foto: D.R.

Casa do Benfica da Cidade da Praia em Cabo Verde

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Centenas de cabo-verdianos festejaram hoje efusivamente o tetracampeonato de futebol do Benfica, no largo com o nome de Eusébio e onde fica a Casa do ‘encarnados' na Praia.

O Largo Eusébio, em Achada de Santo António, no bairro mais populoso de Cabo Verde, encheu-se de gente para assistir num ecrã gigante ao jogo entre Benfica e Vitória de Guimarães, naquela que foi a primeira iniciativa da Casa do Benfica, prestes a ser inaugurada.

As atividades iniciaram de manhã com jogos, insufláveis, pinturas faciais, animação com DJ’s e culminaram com a explosão de alegria de centenas de cabo-verdianos e alguns portugueses, com abraços, foguetes, vuzuzelas, champanhe, buzinões e bandeiras e cachecóis bem alto.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Casa do Benfica em Cabo Verde, Lumumba Barbosa, disse que a ideia de organizar as atividades é começar a transformar o Largo Eusébio num "espaço para reunião" dos benfiquistas no país.

Lumumba Barbosa disse que a Câmara Municipal da Praia (CMP) deverá entregar as chaves da Casa do Benfica "nos próximos dias" e depois o campeão português vai personalizá-la com os objetos oficiais do clube.

Quanto ao título do Benfica no ano de inauguração da primeira casa do clube em Cabo Verde, o responsável disse que é uma "emoção muito grande", um "sonho realizado" e que o tetra será festejado "com muita paixão, amor e emoção".

A mesma alegria demonstrou Fernando Firmino, diretor da Escola do Benfica na Praia, considerando "histórico" o tetracampeonato, que dedica a duas pessoas, sendo uma delas o Rui Vitória, dizendo que foi "dos poucos" que acreditou no técnico quando chegou ao clube.

A outra é o pai, que recordou o "fez benfiquista", mas que se encontra hospitalizado em Lisboa, e mesmo assim lhe telefonou a desejar sorte para o jogo decisivo das ‘águias'.

Marisa Estrela, natural da Praia, 58 anos, disse também estar muito feliz e orgulhosa do título que dedica a todos os benfiquistas que "acreditaram até ao fim".

Com as letras "SLB" e o número "36" pintados em cada uma das faces, Marisa Estrela também classificou de "histórico" o tetra do Benfica e garantiu que a festa vai continuar "até de manhã".

Além do Largo Eusébio, o título do Benfica está a ser festejado em vários pontos da cidade da Praia e em todos das ilhas do país, onde a maior parte das pessoas é adepta dos ‘encarnados'.

Conteúdo publicado por Sportinforma