Benfica tetracampeão

13-05-2017 22:02

PSP espera 200.000 adeptos no Marquês de Pombal

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história.
Adeptos do Benfica no Marquês Pombal
Foto: Lusa

Adeptos do Benfica no Marquês Pombal

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Polícia de Segurança Pública (PSP) estimou hoje a presença de 200 mil adeptos do Benfica no Marquês de Pombal, em Lisboa, nas comemorações do 36.º título de campeão nacional de futebol, que decorreram, até ao momento, sem incidentes.

Esta estimativa foi avançada pelo subcomissário da PSP Hugo Abreu, com base nos números do ano passado, quando os ‘encarnados’ festejaram o tricampeonato.

"Não há detidos, não há incidentes a registar", disse Hugo Abreu, referindo que a PSP, nos seis pontos de acesso ao local, fez "revistas minuciosas, para ver se os adeptos traziam objetos proibidos", como facas, correntes ou objetos pontiagudos ou perfurantes, garantindo que ainda não houve incidentes, nem uso de material pirotécnico.

À agência Lusa, Hugo Abreu garantiu que "a PSP quer assegurar que quem entra no recinto pode festejar em segurança",

Hugo Abreu explicou que o dispositivo envolve centenas de agentes, entre os quais a divisão de trânsito, unidades de investigação criminal, unidades metropolitanas de informações desportivas (‘spotters’), com apoio com unidade especial de polícia, nomeadamente corpo de intervenção e agentes com cães.

"Fizemos uma esterilização primária da zona ainda antes das 18:00, pedindo às pessoas para deixarem a área, e montámos o dispositivo com seis pontos de acesso", explicou Hugo Abreu.

A PSP levou em conta os episódios de violência de claques no mês passado, entre os quais os confrontos entre adeptos do Benfica e do Sporting, dos quais resultou a morte de um adepto italiano nas imediações do Estádio da Luz.

"A PSP não é alheia aos factos em redor dos festejos da conquista do ‘tetra’ e envolveu os ‘spotters’ [agentes à civil dentro da multidão] para detetar em casos de eventuais focos de conflito. Se houver alguma escalada, a PSP está preparada para intervir”, assegurou.

Questionado pela Lusa, Hugo Abreu disse que esteve em avaliação a proibição da venda álcool no recinto da festa, mas acabou por não acontecer.

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história, o quarto consecutivo, ao vencer na receção ao Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga, contabilizando 81 pontos, mais oito do que o FC Porto, que conta menos um jogo.

Conteúdo publicado por Sportinforma