Benfica Tetracampeão

14-05-2017 01:43

Com centro histórico "resguardado", Évora festeja na periferia

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história, o quarto consecutivo.
f01d57b4d69d23cbcec27e0af4dc33a1d8ac8084.jpg
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Adeptos do Benfica

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A tradicional pacatez alentejana foi hoje interrompida por adeptos do Benfica que ‘invadiram’ as ruas das principais cidades para festejar a conquista do tetracampeonato, com o centro histórico de Évora "resguardado" pela Polícia.

Com o impedimento da entrada de viaturas com adeptos benfiquistas no centro de Évora para não "trancar o trânsito", segundo explicou um agente da PSP à agência Lusa, os festejos foram concentrados na periferia da cidade, sobretudo na Rotunda do Raimundo, onde se juntaram centenas de pessoas, muitas delas equipadas a rigor, com cachecol e boné ‘encarnados’.

Na zona intramuros, como o largo das Portas de Moura, os festejos foram reservados apenas para adeptos a pé, que começaram a gritar "SLB" e "Campeões" logo após o apito final do árbitro, num jogo em que o Benfica se sagrou, pela primeira vez na sua história, tetracampeão português de futebol, ao vencer em casa o Vitória de Guimarães, por 5-0.

Em simultâneo, fora do centro histórico, a avenida circular à cidade foi "ocupada" por caravanas automóveis, com o "engarrafamento" na Rotunda do Raimundo.

"Hoje, ninguém dorme em Évora", gritava uma adepta, Rosa Godinho, uma sexagenária a festejar entre uma maioria jovem, agitando bandeiras e cachecóis dos ‘encarnados’.

As caravanas automóveis, em que imperaram as buzinas, estenderam-se um pouco por todo o Alentejo, região onde o Benfica é um dos clubes com mais adeptos.

O Benfica conquistou hoje o 36.º título de campeão nacional de futebol da sua história, o quarto consecutivo, ao vencer na receção ao Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga, contabilizando 81 pontos, mais oito do que o FC Porto, que conta menos um jogo.

Conteúdo publicado por Sportinforma