FC Porto 2-1 P. Ferreira

14-05-2017 18:45

Dragões vencem ao intervalo, mas já apanharam um susto

O FC Porto recebe o Paços de Ferreira já sem hipóteses de melhorar o segundo lugar da I Liga portuguesa de futebol.
Brahimi, o homem do FC Porto-Marítimo
Foto: LUSA/JOSE COELHO

Brahimi marcou no Dragão

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto está a vencer, ao intervalo, o Paços de Ferreira por 2-1 no encontro da 33.ª jornada da I Liga com o Paços de Ferreira, que está a ser disputado no Estádio do Dragão.

O FC Porto entrou mais forte no jogo, mas o Paços contou com duas excelentes oportunidades para inaugurar o marcador nos primeiros minutos.

À terceira tentativa, a equipa da casa não falhou. Aos 31 minutos, Andrezinho rematou rasteiro à entrada da área e bola sofreu um desviar em Ricardo Valente, traindo assim Casillas, que estava embalado para o outro lado.

Contudo, o entusiasmo pacence dissolveu-se quatro minutos depois. Após um cruzamento de Corona para a zona do primeiro poste, Herrera cabeceou forte e fez o empate no Dragão, aumentando assim o pouco entusiasmo que se viveu nas bancadas. Até porque no primeiro golo da partida, os jogadores em campo foram ‘brindados’ com assobios vindo dos adeptos.

A reviravolta portista consumou-se três minutos depois, após o árbitro Artur Soares Dias ter apitado castigo máximo a favor do FC Porto na falta de Bruno Santos sobre Brahimi. Foi o próprio argelino que converteu com sucesso a grande penalidade, colocando os Dragões em vantagem pela primeira vez aos 39 minutos.

Recorde-se que o FC Porto já está afastado da luta pelo título, matematicamente assegurado pelo Benfica no sábado, e não tem hipóteses de melhorar o segundo lugar da I Liga.

Conteúdo publicado por Sportinforma