Primeira liga

16-05-2017 17:01

Charles lembra que Marítimo depende apenas de si para ir à Liga Europa

O Marítimo, sexto classificado, com 49 pontos, visita o Paços de Ferreira, 14.º, com 35, pelas 16:00 de sábado, na partida que encerra a temporada.
Charles lembra que Marítimo depende apenas de si para ir à Liga Europa
Foto: Paulo Novais

Charles lembra que Marítimo depende apenas de si para ir à Liga Europa

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O guarda-redes do Marítimo Charles disse hoje que a equipa insular depende apenas de si própria para garantir o sexto lugar na I Liga portuguesa de futebol, que dá acesso à pré-eliminatória da Liga Europa.

Os ‘verde rubros’ precisam apenas de um empate na deslocação de sábado a Paços de Ferreira, na partida a contar para a 34.ª e última jornada do campeonato.

"Não conseguimos o lugar ainda, mas sabemos que só dependemos de nós para o conseguir e vamos trabalhar firmemente durante a semana. Estamos focados e tranquilos para a grande final", afirmou Charles em conferência de imprensa, realizada antes do primeiro treino semanal, em Santo António.

A sexta posição esteve muito perto de ser assegurada na jornada anterior, contudo o Marítimo empatou em casa (1-1) com o Estoril-Praia, algo que Charles não considera desapontante.

"Desilusão teria sido se tivéssemos perdido e se estivéssemos a depender dos resultados dos outros. Estávamos com a ideia de já ter conseguido esse feito, por jogar em casa, no último jogo diante dos nossos adeptos, mas está tudo nas nossas mãos e tem tudo para dar certo", respondeu, considerando o jogo na Mata Real como mais uma "oportunidade".

Charles admite que poderá haver ansiedade na equipa ao longo do jogo, mas acredita no valor dos colegas, mesmo com as ausências dos castigados Raúl Silva, Fransérgio e Edgar Costa, e garante que prefere esquecer o que se passa com o rival direto Rio Ave, que joga à mesma hora, diante do Belenenses.

O guardião brasileiro agarrou a titularidade precisamente no encontro com o Paços de Ferreira da primeira volta, após o compatriota Gottardi se ter lesionado gravemente, e tem vindo a subir de nível, o que não surpreende Charles.

"Nunca duvidei do meu potencial, sempre soube o que podia render e dar ao Marítimo. É lógico que os adeptos não me conheciam e poderia gerar alguma insegurança. A oportunidade surgiu, eu sabia da minha qualidade e, com uma sequência de jogos, fui ganhando segurança e confiança", comentou, destacando a importância de Gottardi no seu crescimento.

Conteúdo publicado por Sportinforma