Futebol

17-05-2017 18:54

Conselho de Disciplina absolve FC Porto pelo arremesso de tochas e petardos

Em causa estão os incidentes verificados no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto da 19ª jornada.
Estoril Praia vs FC Porto
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Em causa estão os incidentes verificados no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto da 19ª jornada.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) absolveu o FC Porto de um processo disciplinar instaurado pelo arremesso de tochas e petardos durante a segunda parte do jogo da 19ª jornada frente ao Estoril-Praia no Estádio António Coimbra da Mota.

Segundo avança o jornal O JOGO, o FC Porto incorria numa pena de um a quatro jogos à porta fechada devido ao arremesso de petardos e tochas para o relvado por parte de alguns adeptos portistas, e que levaram ao atraso do início da segunda parte com o guarda-redes Moreira a receber assistência.

Ora, de acordo com a informação veiculada pelo referido jornal desportivo, no decorrer do processo disciplinar, Moreira foi ouvido pelo Conselho de Disciplina da FPF onde garantiu não ter sido atingido por qualquer tocha ou petardo.

Recorde-se que por volta do minuto 70 de jogo, e após um golo invalidade ao FC Porto por fora de jogo, os adeptos portistas voltaram a lançar petardos para o terreno de jogo, o que obrigou Moreira a fugir do local e ao atraso da partida de mais uns minutos.

Conteúdo publicado por Sportinforma