Futebol

17-05-2017 15:50

Pedro Neto: o miúdo que recusou Barça, Real e United para triunfar no Braga

O miúdo de 17 anos assinou até 2020, com uma cláusula de rescisão de 20 milhões de euros.
Pedro Neto, médio do SC Braga, em ação frente ao Nacional
Foto: Lusa

Pedro Neto, médio do SC Braga, em ação frente ao Nacional

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Pedro Neto saltou para a ribalta ao marcar um dos golos da goleada do SC Braga ao Nacional por 4-0. O jovem médio de 17 anos fez a sua estreia na equipa principal no passado domingo e logo com um golo, tornando-se no mais novo de sempre a conseguir marcar na estreia e no mais 10º mais jovem a estrear-se na Liga Portuguesa.

O jovem, que já vinha sendo observado pelos grandes clubes europeus, além do FC Porto, Benfica e Sporting, ganhou ainda mais destaque nos relatórios dos olheiros. Em Espanha, por exemplo, o Barcelona preparava-se para o contratar, mas o Braga conseguiu convencer o médio de 17 anos a ficar.

Os catalães não estavam sozinhos na corrida. Pedro Neto chegou a visitar as instalações desportivas do Barcelona e do Manchester United, mas António Salvador convenceu-o a ficar: assinou até 2020 com os minhotos.

[Pedro Neto] "estava perdido" para o Braga porque, como "não podia ter contrato profissional e, como a lei não protege nada os clubes, estava praticamente fora do nosso país porque tanto o Barcelona como grandes clubes ingleses estavam em cima do jogador", disse o presidente do SC Braga, em declarações reproduzidas pela Lusa.

"Tive que perder muitas horas, muitos dias com os pais e a família do Neto para lhes fazer perceber que o melhor para ele era prosseguir a sua carreira em Portugal e no Braga e que o futuro seria muito mais risonho do que se saísse agora. A bom tempo os pais perceberam isso e a recompensa foi já este jogo, o Abel [Ferreira] convocou-o, sem favor nenhum, e ele deu uma resposta cabal da qualidade e do porquê de grandes clubes europeus estarem interessados no Neto", prosseguiu.

"O miúdo está nesta casa desde 11 anos, é a segunda casa dele. Somos uma família. E as condições que lhe prometemos para o futuro e a mística que queremos neste clube convenceram o pai. Os pais e o miúdo estão de parabéns porque ontem mostrou a grande qualidade que tem e a utilidade que poderá ter no Braga, no futuro", terminou.

Quando visitou La Masia, a ´fábrica` de talentos do Barcelona, o jornal catação ´Sport` já dava como certo a sua contratação. Aquela publicação referiu-se a Pedro Neto como "projeto de jogador de top".

Abel Ferreira, o técnico que o lançou no passado domingo, é um admirador confesso das suas qualidades. Tanto que no início da época, quando Pedro Neto tinha apenas 16 anos, era chamado frequentemente para os treinos da equipa B. O jovem médio ia competindo nos sub-17, alternando os treinos entre a formação juvenil e a equipa B.

Pedro Neto é filho de Pedro Neto, antigo jogador de hóquei em patins do Vianense, e sobrinho de Sérgio Lomba, ex-jogador de Gil Vicente, V. Guimarães, Penafiel e Moreirense. O médio de 17 anos, natural de Viana de Castelo, alternou entre o hóquei em patins e o futebol até aos 13 anos, altura em que assinou pelo Braga.

"Tive de optar e levar o futebol mais a sério, não dava mais para conciliar", disse o pai, em declarações ao jornal OJogo.

Neto, que já tinha sido convocado para o jogo com o Moreirense, estreou-se frente ao Nacional, tendo entrado aos 72 minutos para o lugar de Pedro Santos. Nove minutos depois fechava as contas no 4-0.

Pedro Neto leva 34 jogos feitos esta época (19 golos), entre seleções de Portugal e o SC Braga: três na qualificação para o Euro2017 (um golo), três no Torneio Internacional do Algarve, um na Segunda Liga, um na Primeira Liga (um golo), 24 nos Juniores (17 golos).

O miúdo de 17 anos assinou até 2020, com uma cláusula de rescisão de 20 milhões de euros.

VEJA O GOLO DE NETO AO NACIONAL

Conteúdo publicado por Sportinforma