Futebol

18-05-2017 19:22

Benfica no Bessa para coroar cinco campeões e igualar recorde com 34 anos

O Boavista - Benfica, da 34.ª e última jornada da I Liga, está marcado para às 20h30 de sábado.
Paulo Lopes tem de jogar para receber medalha de campeão

Paulo Lopes tem de jogar para receber medalha de campeão

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Benfica de Rui Vitória continua a bate recordes. Depois de se ter sagrado tetracampeão português pela primeira vez na história, os ´encarnados` preparam-se para fechar a Liga 2016/2017 com mais uma vitória e igualar um recorde que tem 23 anos.

Caso os ´encarnados` não sofram golos no Bessa, alcançam a melhor performance defensiva desde 1982/1983. Nesta altura, a equipa de Rui Vitória leva sete golos nos 16 jogos já disputados na Liga longe do Estádio da Luz.

É um feito notável, tendo em conta que as duas derrotas do Benfica na I Liga aconteceram fora de casa: na Madeira com o Marítimo por 2-1 e em Setúbal frente ao Vitória local por 1-0. Longe da Luz, além das duas derrotas, o Benfica empatou três encontros, tendo sofrido golos em dois deles: 1-1 no Dragão com o FC Porto e Alvalade frente ao Sporting. Contra o Paços, o empate foi a zero bolas.

Para estes números muito contribuiu a estabilidade dos homens que fazem parte do sector defensivo. Ederson foi dono e senhor da baliza e ajudou o Benfica em vários jogos, com defesas espetaculares. Luisão foi a voz de comando, ao lado de Lindelof. Na direita, Nelson Semedo foi quase sempre titular, tendo falhado poucos jogos. Na esquerda, Grimaldo primeiro e Eliseu depois, ajudaram na performance defensiva desta época. Há que destacar André Almeida, que jogou tanto a direita com a esquerda, quando foi chamado.

Dos 16 jogos fora de portas, a formação comandada por Rui Vitória não sofreu golos em 10 jogos. Em termos comparativos, o Benfica até sofreu mais golos em casa, onde Ederson foi buscar a bola ao fundo das suas redes em nove ocasiões nos 17 jogos disputados na Luz. Dos 17 encontros, os ´encarnados` venceram 14 e empataram três. Marcaram ainda 49 golos. Fora de portas, onde o Benfica mostrou ser muito eficaz, marcou apenas 21 golos.

No Bessa para coroar mais cinco campeões

Além da motivação de bater igualar o recorde defensivo de 1982/1983, Rui Vitória deverá dar minutos a cinco jogadores do plantel para que os mesmos sejam coroados campeões nacionais.

O guarda-redes Paulo Lopes, o defesa direito Pedro Pereira, o defesa central Kalaica e os defesas esquerdos Hermes e Yuri Ribeiro deverão somar minutos para que possam receber a tão desejada medalha de campeão.

Para tal, basta que cada um participe, pelo menos em 60 segundos de jogo.

O Boavista - Benfica, da 34.ª e última jornada da I Liga, está marcado para às 20h30 de sábado.

Conteúdo publicado por Sportinforma