Desporto

18-05-2017 17:20

Vicente Moura sai devido a críticas de BdC, Sporting diz que não é bem assim

A saída de Vicente Moura acontece depois de Bruno de Carvalho ter tecido críticas às modalidades do Sporting.
Vicente Moura
Foto: Jose Sena Goulao / LUSA

Vicente Moura

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Vicente Moura deixou a vice-presidência do Sporing, onde era responsável pelo pelouro das modalidades. O antigo presidente do Comité Olímpico português explicou a sua demissão com as críticas feitas por Bruno de Carvalho às modalidades do clube.

"Quando vejo o presidente do Sporting a criticar as modalidades, e implicitamente a mim próprio, concluo que o meu trabalho não está a ser apreciado e não fazia sentido continuar. Por isso resolvi sair", disse o vice-presidente leonino à edição online do jornal ABola.

"Primeiro eu mantenho, naturalmente, o meu estado de saúde, uma vez que tive um enfarte há um ano e tal. Em segundo lugar, deve-se ao facto das declarações que o presidente pôs no Facebook, que, de certa forma, é uma crítica generalizada e a mim próprio sobre os resultados das modalidades. Retira-me as condições para continuar. Considerei que não tinha condições para continuar e pedi a demissão", afirmou Vicente Moura, em declarações à rádio TSF.

O antigo presidente do COP explixca que "não faz sentido nenhum continuar" se os responsáveis leoninos pensam que "o trabalho não corresponde ao necessário".

"Isto requer uma certa capacidade de sofrimento e de encaixe. E eu tenho-a, felizmente, porque também já tenho 79 anos, as coisas são como são. Adquiro estas coisas ao longo do tempo. Eu, de certa forma estava a sacrificar um pouco a minha tranquilidade e a minha vida, e dos meus. Se isso não se justifica e se as pessoas acham que o trabalho não corresponde ao que era necessário, naturalmente não faz sentido nenhum continuar", declarou.

O Sporting também já reagiu à saída. Num comunicado publicado no site do clube e assinado por Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia Geral, o clube diz que Vicente Moura "solicitou a dispensa do cargo executivo que desempenhava até agora [...] alegando motivos de saúde".

O clube agradece "todo o Esforço, Dedicação e Devoção com que [Vicente Moura] sempre serviu o Clube e manifesta o reconhecimento devido pelo contributo que deu para o engrandecimento do Sporting e para que o ecletismo continuasse a ser parte indispensável do nosso ADN".

A saída de Vicente Moura acontece depois de Bruno de Carvalho ter tecido críticas às modalidades do Sporting. "Vejo, em todas as modalidades, um apoio que mais clube nenhum tem no mundo, mas um grau de exigência muito pequeno. A cada mau resultado, e então se torno público o meu desagrado, lá vem a onda de apoio aos 'meninos'", escreveu Bruno de Carvalho na mensagem em que anunciou que deixaria de comunicar através da rede social Facebook.

Vicente Moura, que numa primeira passagem pelo Sporting desempenhou o cargo de coordenador da iniciação desportiva e da manutenção desportiva em várias modalidades, foi presidente do Comité Olímpico de Portugal de 1990 a 1993 e entre 1997 e 2013.

Nesta passagem pelo Sporting, Vicente Moura, de 79 anos, foi eleito para a direção em 2013, integrando o elenco encabeçado por Bruno de Carvalho, e foi reconduzido nas eleições desde ano, de novo na lista do atual presidente.

*Artigo atualizado

Conteúdo publicado por Sportinforma