Sporting 3-1 Chaves

22-05-2017 07:15

Análise: Performance de Bas Dost foi o que ficou na retina da época leonina

No último jogo da edição 16/17 da I Liga, o Sporting venceu o Chaves por 4-1 com um hat-trick de Bas Dost e um tento de Matheus Pereira.
Bas Dost

Bas Dost

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

Depois de uma época decepcionante, sem glória, com o terceiro lugar já garantido e depois de nos últimos jogos ter averbado duas derrotas frente ao Belenenses e Feirense, o Sporting pretendia pelo menos despedir-se de Alvalade com uma exibição convincente.

Frente a frente duas equipas sem objetivos. De um lado um Chaves com a permanência assegurada e a ocupar um lugar do meio da tabela. Do outro, o Sporting longe da performance da temporada passada em que discutiu o campeonato taco-a-taco com o Benfica até à última jornada.

Um Chaves com ausências de peso (Bressan e Tiba) não conseguiu ser osso duro de roer para o leão de Bas Dost e companhia. Em quatro minutos, o holandês marcou dois golos e tentou até ao último cartucho roubar a Bota de Ouro a Messi, mas acabou por falhar o objetivo.

Jesus apostou na prata da casa, apostando em Esgaio, Palhinha, Podence e Matheus. Beto ocupou o lugar de Rui Patrício na baliza. Os leões tiveram entrada fulgurante e aos 30 minutos já venciam por 3-0, depois de uma grande jogada coletiva, a culminar num pormenor de classe de Matheus. Na segunda parte, a turma flaviense reequilibrou, carregada pelo talento de Flávio Martins. Conseguiu reduzir por intermédio de William. Mas ainda antes do final, Bas Dost voltou a marcar e acabou com 34 golos da prova.

Momento:

15 minutos de jogo: Após um pontapé de canto, Bas Dost bisava na partida através de um grande cabeceamento. O Sporting passava a vencer por 2-0 e o Chaves via reduzida a margem de manobra para tentar sair pelo menos com um ponto de Alvalade.

Os melhores

Bas Dost

Foi porventura o jogador mais importante do campeonato. 34 golos marcados que pagaram com juros os 10 milhões de euros que o Sporting pagou pelo seu passe. É pena alguns dos seus companheiros não terem acompanhado o ritmo do holandês. Marcou metade dos golos da equipa do Sporting.

Gelson Martins

Voltou a exibir-se a um bom nível o extremo do Sporting. Com a assistência a Matheus coroou-se com o melhor assistente do campeonato, com 10 golos oferecidos. Vai ser difícil segurá-lo na próxima temporada.

Fábio Martins

Foi sempre uma seta apontada à baliza do Sporting e foram dele muitas das iniciativa ofensivas da equipa flaviense.

Os piores

A defesa do Sporting

Os leões voltam a sofrer golos e foram 36 averbados no campeonato. É um capítulo a rever na próxima temporada. O próprio Jorge Jesus sublinhou esse facto na conferência de imprensa, ao referir que nunca tinha sofrido tantos golos a treinar uma equipa grande.

Curiosidades:

- Bas Dost marcou 50% dos golos do Sporting na Liga NOS 16/17; é também o jogador do campeonato com maior % de influência em golos 56%.

- Bas Dost igualou a sua época mais goleadora da carreira com 37 golos: 2016/17 - Sporting (36) e Wolfsburg (1) 2011/12 - Heerenveen (37)

- Nélson Lenho (Chaves) é o único totalista da Liga NOS 16/17, ao ter realizado os 3060 minutos deste campeonato (34 jogos)

Reações


Jorge Jesus: "Se cometi erros? Os erros são para ser analisados com o presidente"

Jorge Jesus: “Só a academia é curto para ganhar títulos”

Ricardo Soares: "Desejo todo o sucesso ao Desportivo de Chaves"

Conteúdo publicado por Sportinforma