Futebol

22-05-2017 18:09

Aves ambiciona "viver praticamente só da formação"

Presidente da SAD acrescentou que devem subir dois jogadores da equipa B.
Desportivo das Aves vs FC Famalicão
Foto: © 2017 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Equipa do Desportivo das Aves

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da SAD do Desportivo das Aves afirmou esta sexta-feira que "o projeto para daqui a quatro ou cinco anos é viver praticamente só da formação", acrescentando que "devem subir dois jogadores da equipa B" à equipa principal.

"Queremos ser conhecidos como academia formadora. Se tivermos de abrir mão de qualquer coisa da equipa principal é isso que vamos fazer. Acreditamos que a formação pode ser o nosso sustento, mas não no primeiro ano" do Aves na I Liga, explicou Luiz Andrade à agência Lusa.

O dirigente diz que, por ora, "é impossível" que isso aconteça porque a formação avense "não está capaz" de o garantir, apesar da equipa júnior ter sido promovida também à primeira divisão nacional.

Luiz Andrade informa que o Aves, que vai disputar a I Liga portuguesa de futebol na época 207/18, terá de "buscar jogadores experientes, que já conhecem a I Liga e se sintam confortáveis jogando na I Liga".

O dirigente recordou que a SAD do Desportivo das Aves tutela a equipa profissional e a B e conta com o conhecido dirigente Luís Duque, que presidiu à SAD do Sporting e à Liga Portuguesa de Futebol profissional, revelando que este administra "a parte financeira e toda a estrutura que está a ser criada".

Luís Duque, entretanto, "foi convidado para ser acionista da SAD", que tem na empresa Galaxy Believers, uma empresa portuguesa com sócios brasileiros e chineses, ligada ao marketing desportivo, o seu acionista maioritário, com 70 por cento do capital daquela.

"Vamos buscar verbas em todo o lado, na China e no Brasil", algo que Luiz Andrade diz que se tornou "mais fácil com a subida de divisão".

O dirigente disse mesmo à Lusa que "empresas chinesas querem comprar 30 por cento da SAD" do Desportivo das Aves e "já há equipas estrangeiras que querem fazer parcerias" com o Aves.

Conteúdo publicado por Sportinforma