Futebol

22-05-2017 21:45

Presidente do Governo madeirense congratula Marítimo 'europeu'

O Marítimo terminou a temporada no sexto lugar, que o permite lutar por um lugar na fase de grupos da Liga Europa.
Miguel Albuquerque em almoço debate
Foto: © 2016 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional da Madeira

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente do Governo regional da Madeira, Miguel Albuquerque, recebeu hoje a equipa de futebol do Marítimo, a quem deu os parabéns pelo apuramento para as competições europeias.

"É um clube que, mais uma vez, ultrapassou as expectativas do seu grande número de adeptos, fazendo um campeonato exemplar e atingido o seu principal desiderato, que era entrar nas competições europeias", destacou na receção, que decorreu na Quinta Vigia.

A sexta posição foi uma classificação "digna" e de "grande mérito", apelidou Miguel Albuquerque, que se mostrou ainda confiante em relação à próxima época.

"Penso que, com esta equipa técnica, este presidente e estes jogadores, vamos fazer um bom campeonato na Europa, promovendo a Madeira mais uma vez em todo o espaço europeu", disse.

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, frisou que o clube "atingiu muito com tão pouco" e revelou que o empenho e o trabalho de todos levou ao sucesso.

O tema do clube único na Madeira, falado nos anos 90m foi relembrado pelo dirigente, que aproveitou para referir que o Marítimo vai ser a única equipa da região a competir na I Liga na temporada 2017/18, depois de o Nacional ter sido despromovido este ano, o mesmo que havia acontecido com o União em 2016.

"Há anos que andamos a discutir o clube único, chegou a altura de dizer que tinha razão, há o único clube, por isso, é preciso o mérito. Os outros não perderam, nós é que vencemos porque trabalhámos", afirmou.

Já o técnico Daniel Ramos mencionou o espírito de luta da equipa que, admitiu, muitas vezes, teve de ser pragmática e lutar pelo empate, mas que, no fim, conseguiram dignificar o clube e a ilha com ao atingir a meta europeia.

"É um orgulho para nós estarmos aqui presentes. Passamos por muito este ano, fizemos valer da nossa união o grande ponto de conquista. Percebemos as nossas limitações e fizemos valer as nossas valias", referiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma