FC Porto

23-05-2017 15:33

Fernando Gomes: "Não é caso para se fazer uma revolução no clube..."

Referências do FC Porto defendem Pinto da Costa e o rumo que o presidente tem dado ao clube.
Fernando Gomes durante a inauguração da casa do FC Porto de Cantanhede
Foto: Paulo Novais

Fernando Gomes durante a inauguração da casa do FC Porto de Cantanhede

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O antigo avançado do FC Porto, Fernando Gomes, comentou esta terça-feira a atualidade do clube, e assumiu compreender a insatisfação dos adeptos face a quatro anos sem título. No entanto, o 'Bibota' defendeu Pinto da Costa e manifestou toda a sua solidariedade com o histórico presidente.

De visita ao ISMAI, na Maia, para falar o Congresso Internacional de Futebol, as antigas glórias do FC Porto, Fernando Gomes e João Pinto, foram questionados pelo atual momento do clube.

"Temos um presidente em que acreditamos e que vai inverter esta situação. É verdade que quatro anos é muito tempo, mas também não é caso para se fazer uma revolução. Os adeptos podem manifestar-se, é normal, legítimo, e até faz parte da cultura de exigência do FC Porto, mas não podemos desunir o clube, que é precisamente aquilo que os nossos adversários querem e até trabalham para isso. Estou certo de que Pinto da Costa vai voltar a fazer do FC Porto campeão", disse Fernando Gomes, citado pelo jornal O JOGO, quando confrontado com o facto de haver poucos jogadores da formação na equipa principal.

Já João Pinto, antigo defesa do FC Porto, também defendeu Pinto da Costa e manifestou optimismo em relação ao futuro do clube dando o exemplo de clubes rivais que estiveram 15 anos sem ganhar títulos.

"Enquanto o presidente tiver saúde, e ele ainda tem, vamos continuar a levar com ele por muito tempo. Não ganhámos nas últimas quatro épocas, mas houve clubes que estiveram 15 anos sem vencer e não deixaram de conseguir inverter essa situação, voltar a ganhar, alguns até recentemente", frisou João Pinto.

Conteúdo publicado por Sportinforma