FC Porto

31-05-2017 11:48

Nantes acusa Pinto da Costa de "falta de ética"

Presidente do clube francês exige pagamento de indemnização na eventualidade de o técnico rumar ao Dragão.
FC Porto training session
Foto: Lusa

Pinto da Costa

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Waldemar Kita, presidente do Nantes, não se conforma com a atitude de Pinto da Costa na forma como abordou Sérgio Conceição para rumar ao FC Porto. Em declarações ao 'L'Équipe', o dirigente acusou mesmo o presidente dos 'dragões' de falta de ética e de respeito para com o emblema francês.

"Estou sobretudo chateado com o presidente do FC Porto, que contactou um treinador que tem um contrato, sem nos avisar. Como é que ele pode agir desta forma? Aqui em França falamos da falta de ética dos homens políticos. Acho que também podemos olhar para os dirigentes que estão no futebol. O FC Porto devia ter-nos contactado. É uma questão de respeito", considerou.

Waldemar Kita falou ainda sobre o momento em que tomou conhecimento da intenção de Sérgio Conceição em deixar o Nantes, mencionando ainda a saída de Nuno Espírito Santo.

"Sérgio Conceição ligou ao meu filho para lhe dizer que desejava sair. Estou surpreendido. Ele disse que queria sair, evocou razões pessoais. Sinto-me traído. O FC Porto é o clube de coração dele. Essa perspetiva traz-lhe orgulho e felicidade. Até estou convencido de que o FC Porto não lhe oferece o mesmo salário que tinha aqui, no Nantes. Aqui o que fala mais alto são os sentimentos. Espero é que os dirigentes não estejam a manipulá-lo. Despediram o treinador [Nuno Espírito Santo] e não têm ninguém neste momento", contou.

O dirigente insiste que o treinador português deve cumprir o contrato que tem até 2020. Caso tal não aconteça, o presidente do emblema gaulês exige o pagamento de uma indemnização.

"Claro que posso obrigá-lo a ficar. Por enquanto é o que penso fazer porque não tenho nenhuma outra solução. Se Sérgio Conceição voltar, esqueço tudo o que se passou", disse.

"Quando um presidente despede o seu treinador também tem de lhe pagar uma indemnização até ao fim do seu contrato. Tudo isto podia ter decorrido de uma forma diferente se o FC Porto tivesse solicitado um encontro connosco antes de avançar com contactos com o nosso treinador nas nossas costas", finalizou.

Conteúdo publicado por Sportinforma