Futebol

31-05-2017 21:14

Nélson Semedo: "Quem está no Benfica pode jogar em qualquer liga"

Jogador elogia a qualidade dos companheiros de equipa.
Besiktas Istanbul and Benfica Lisbon
Foto: EPA/SEDAT SUNA

Nélson Semedo elogia a qualidade dos companheiros de equipa.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O defesa direito do Benfica, Nélson Semedo, não está preocupado com as notícias que o apontam constantemente à porta de saída da Luz para rumar a colossos do futebol europeu como Manchester City ou United, Barcelona, Bayern, PSG ou Inter.

Em entrevista ao jornal O JOGO, o jovem jogador formado no Benfica garantiu que não está deslumbrado com a persistência das notícias que o apontam como a próxima transferência milionária do clube da Luz, e assumiu mesmo que não se importa de continuar no emblema da 'águia'.

"Eu tento ao máximo passar ao lado dessas notícias. Estou totalmente focado no Benfica e acho que não devo pensar em outros clubes porque me sinto muito bem aqui, gosto muito de cá estar, gosto muito dos colegas e da estrutura.", começou por dizer Nélson Semedo.

"Se isto mexe com a minha cabeça? Não, nada", acrescentou Nélson Semedo, que tem uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

"Se alguma coisa acontecer, será natural, desde que seja bom para mim e para o Benfica, mas neste momento estou focado no clube.", frisou ainda Nélson Semedo.

"Quem joga no Benfica tem hipótese de jogar em qualquer campeonato, porque temos um plantel de grande qualidade. Acredito que qualquer jogador do nosso plantel conseguirá jogar facilmente noutro clube e adaptar-se a outra liga teoricamente melhor.", atirou Nélson Semedo sobre a qualidade dos jogadores do Benfica.

Questionado sobre quando tinha sido adaptado pela primeira vez a defesa direito, Nélson Semedo recordou que tudo começou na equipa B com Hélder Cristóvão.

"Na equipa B, o míster Hélder [Cristóvão] convidou-me para ser defesa-direito, porque na altura só tínhamos um lateral e tínhamos médios de grande qualidade. A equipa precisava de um lateral. Como o míster viu que eu tinha características de lateral, convidou-me a ficar na equipa nesse lugar. Aceitei. Eu era médio na altura. No início não achei muito boa ideia, estava habituado a outra posição, mas foi o melhor que me aconteceu. Agradeço imenso ao míster por me ter encaminhado para aquele lugar e por me ter passado conhecimentos e me ter ajudado a evoluir, ele que também foi defesa. Se hoje sou como sou, também tenho de lhe agradecer. A partir dali, comecei a mentalizar-me que ia ser lateral-direito. As coisas correram-me muito bem, consegui adaptar-me muito rapidamente à posição. Passados alguns meses, não tive a mais pequena dúvida: era nesta posição que eu queria jogar", revelou Nélson Semedo.

"Ainda tenho de aprender muito, tenho muito que evoluir. Com o passar dos anos, vamos aprendendo e ficando mais fortes. Nunca é de mais aprender e ambicionar sermos melhores. O mais difícil foi o trabalho tático, de fechar linhas, porque não estava habituado a essa rotina e esse foi o mais complicado de meter na minha cabeça. Já a parte física foi mais fácil de ser trabalhada", acrescentou Nélson Semedo sobre as características necessárias para essa posição.

"Sempre gostei de correr e tenho alguma facilidade nessa parte, mas também aí evoluí imenso, com o trabalho que temos feito nos treinos, que me ajudaram a desenvolver essa característica", sentenciou o defesa direito.

Conteúdo publicado por Sportinforma