Primeira Liga

05-06-2017 09:02

Sérgio Conceição terá um grande desafio se assinar pelo FC Porto

Anúncio do novo técnico oficial portista estará iminente, faltando apenas limar algumas arestas para que o técnico seja apresentado.
Sérgio Conceição
Foto: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP

Sérgio Conceição está muito próximo do FC Porto

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Sérgio Conceição terá uma pressão extra no comando técnico dos 'dragões'. O treinador português terá a missão de fazer regressar o FC Porto à conqusita de títulos, algo que não acontece desde agosto de 2013.

Segundo avança o jornal Record, o primeiro objetivo do técnico será mesmo fazer com que os 'azuis e brancos' voltem às grandes conquistas. A contratação do técnico português está iminente e falta apenas limar algumas arestas para que Pinto da Costa anuncie o antigo jogador do FC Porto como novo treinador dos 'azuis e brancos'.

No entanto, o percurso de Sérgio Conceição como treinador não é o mais regular, pelo menos como afirmoiu o presidente do Nantes, clube que negociou com o FC Porto a desvinculação do treinador.

"Os meios de comunicação deram-lhe a reptuação de fazer seis meses aqui, seis meses ali, mas no Nantes começou um trabalho excepcional", afirmou Waldemar Kita, quando já se falava do nome de Conceição para próximo treinador do FC Porto.

E a verdade é que a história diz que Sérgio Conceição não saiu de todos os clubes de onde treinou da melhor maneira. Começou por assumir o Olhanense e, depois de evitar a descida de divisão, saiu em litígio com o presidente do clube algarvio. Depois assumiu a Académica de Coimbra mas acabou também por sair para o SC Braga, deixando um ambiente tenso com o presidente da Briosa.

No clube 'bracarense', a passagem terá sido tranquila até à final da Taça de Portugal, que perdeu frente ao Sporting. Esta derrota não agradou a António Salvador e presidente e técnico foram protagonistas de uma acesa discussão no balneário.

Acabou por sair para o Vitória de Guimarães, onde não conseguiu atingir o objetivo europeu, mas deixou o clube sem quaisquer problemas. Depois assumiu o Nantes, onde conseguiu evitar a descida de divisão, antes de ir assumir o novo desafio no Dragão.

Conteúdo publicado por Sportinforma