Primeira Liga

07-06-2017 22:35

APAF lança desafio ao FC Porto depois das acusações ao Benfica

Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol quer mais dados sobre as acusações.
AF Lisboa vai reunir com árbitros para discutir segurança no futebol
Foto: SAPO Desporto

APAf quer mais esclarecimentos

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) desafiou hoje o FC Porto a apresentar “às instâncias competentes” dados sobre as acusações de corrupção envolvendo o Benfica.

“Se existe alguma veracidade nas graves acusações que fazem, devem, para bem do futebol, apresentar esses dados às instâncias competentes, PJ e MP, se é apenas mais uma diversão, então condene-se e penalize-se estes comportamentos de uma vez por todas”, pode ler-se, em comunicado.

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, acusou, no Porto Canal, o Benfica de corrupção, revelando uma alegada troca de emails entre Pedro Guerra, comentador da Benfica TV, e Adão Mendes, ex-árbitro, na época 2013/14.

“As declarações feitas são graves e não devem deixar de ser analisadas e investigadas desde a sua veracidade à intencionalidade, para bem da transparência do futebol. A APAF, tal como em casos anteriores, quer o prestigio da classe e do futebol e, para tal, irá tomar as ações e diligências necessárias para apuramento da verdade e não poderá deixar uma vez mais cair por terra mais este episódio detrator do nosso futebol”, acrescentam.

De resto, a APAF adianta que irá “apresentar queixa” das declarações, “afim de provarem a sua veracidade”.

O Ministério Público (MP) confirmou hoje ter recebido uma denúncia anónima em que o Benfica é acusado de corrupção, tendo a mesma sido encaminhada para o DIAP de Lisboa com vista a instauração de inquérito.

Entretanto, na sua página oficial, o Benfica "repudia e desmente de forma veemente as falsas e absurdas insinuações do diretor de comunicação do FC Porto", acrescentando ir avançar "com um processo crime por difamação e outros processos que se justifiquem".

Para os 'encarnados', as acusações do FC Porto visam "desviar as atenções da crise e graves problemas por que passam outras instituições".

Conteúdo publicado por Sportinforma