FC Porto

08-06-2017 21:30

Sérgio Conceição, o homem em quem Pinto da Costa deposita toda a esperança portista

Pinto da Costa acredita que Sérgio Conceição vai ajudar na conquista de títulos.
Apresentação de Sérgio Conceição como novo treinador do FC Porto
Foto: EPA/José Coelho

Apresentação de Sérgio Conceição como novo treinador do FC Porto

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, elogiou o treinador Sérgio Conceição, hoje apresentado como novo treinador dos vice-campeões nacionais de futebol, desejando que este traga as vitórias que o clube tanto anseia.

O dirigente salientou o "amor que Sérgio Conceição tem ao clube" e em como isso poderá ajudar na conquista dos títulos.

"Naturalmente que conhecer o seu lado humano, o lado profissional e o seu amor ao clube foi importante. Fundamental foi reconhecer a competência que tem demonstrado ao longo destes anos. Falando com qualquer jogador treinado por ele, ou qualquer responsável que lidou com ele, sempre o colocaram em alto nível. E o trabalho fantástico que fez no Nantes, em que pegou na equipa abaixo da 'linha de água' e terminou no sétimo lugar. Se calhar era mais difícil o que o Sérgio fez no Nantes do que aquilo que o Zidane fez no Real Madrid com o Cristiano Ronaldo", disse o dirigente na conferência de imprensa de apresentação do técnico.

Pelo meio, Pinto da Costa falou em reforços que alegadamente haviam sido pedidos pelo novo treinador: "Infelizmente, os dois que pediu já sabe que não vai haver possibilidade, pois pediu o Messi e o Ronaldo. Não estou preocupado com os jogadores que podem vir ou sair. Foi por isso que escolhi o Sérgio. Com os jogadores que tivermos tenho a certeza que vai fazer uma equipa competitiva para ganhar".

Sobre o que Sérgio Conceição poderá trazer para o clube, Pinto da Costa não hesitou: "Esperamos que traga o que tem de trazer um treinador competente, dedicado, que tem paixão por aquilo que faz e que, por acréscimo, tem paixão pelo clube onde trabalha. Tudo junto, que nos dê as vitórias que todos desejamos."

O presidente dos 'azuis e brancos' teve ainda a possibilidade de explicar o contacto a Marco Silva e a intenção de o trazer para o FC Porto.

"Nós não tínhamos pressa. Sabíamos o que queríamos. Quando o Nuno Espírito Santo propôs a rescisão para abraçar um projeto em Inglaterra, eu tinha três ou quatro treinadores na cabeça. Entre eles, não estava o Sérgio Conceição. Não estava, porque, para mim, seria impossível contar com o Sérgio depois da renovação por três anos com o Nantes. Fiz vários contactos, até que, no dia 27 de maio, dia de aniversário da conquista de Viena, tudo mudou", disse Pinto da Costa, acrescentando que tudo se resolveu rapidamente quando percebeu o interesse de Sérgio Conceição ir treinar o FC Porto.

"Almocei com o Luciano D`Onofrio no dia 27 e transmiti-lhe que gostava era de ver o Sérgio Conceição a treinar o FC Porto. Ele disse-me: 'curioso, porque ontem jantei com ele e ele disse que também gostava imenso de treinar o FC Porto'. Eu respondi: 'Mas ele não consegue libertar-se'. Ele disse-me: 'O sonho dele é vir para o FC Porto'. Isto passou-se às 14:00. Às 16:00, o Sérgio já estava no meu gabinete. Perguntei se ele queria ser o treinador do FC Porto e se conseguia resolver o assunto com o Nantes. Ele disse que sim. No dia seguinte, partiu para Paris às 07:30", finalizou.

Conteúdo publicado por Sportinforma