Primeira Liga

22-06-2017 07:12

Francisco J. Marques: "Benfica monitoriza SMS de Fernando Gomes"

Diretor de comunicação do FC Porto acusa Benfica de espiar o presidente da FPF.
92e2439b2cd9f5aea3b0969d276564d9f8411e08.jpg
Foto: LUSA

Fernando Gomes, presidente da FPF

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, acusou o Benfica de "monitorizar as sms" de Fernando Gomes, atual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, em 2014.

O dirigente dos 'dragões' citou alegados emails enviados no mês de fevereiro de 2014 por Carlos Deus Pereira, na altura presidente da Assembleia Geral da Liga, a Pedro Guerra, com o conteúdo de sms de Fernando Gomes, então presidente da Liga.

"Carlos Deus Pereira era presidente da AG da Liga do consulado do Mário Figueiredo. Ex-jogador do Benfica, advogado em Faro, presença assídua no camarote da Luz. Não só foi isento como não foi imparcial. O que ele fez? Vou ler o mail enviado para o Pedro Guerra. 'Os ficheiros são de sms do Fernando Gomes. Chamo à atenção das mensagens enviadas ao Tiago Craveiro, em que declara eterno amor ao azul e branco'. Eu tenho as sms, centenas, enviadas pelo senhor Carlos Deus Pereira para o Pedro Guerra. Ele acha que uma alegada violação de correspondência é diferente em 2017 relativamente a 2014. O Benfica monitoriza mensagens do dr. Fernando Gomes em 2014", acusou Francisco J. Marques, no programa Universo Porto, do Porto Canal.

"O Benfica monitoriza as SMS da FPF, liderada por Fernando Gomes. Dizem que é adepto do FC Porto. Se ele foi campeão em basquetebol pelo FC Porto, dirigente da SAD é natural que seja adepto do FC Porto. Mas não tem beneficiado nada o FC Porto. É o Benfica, esta corja de gente que faz este tipo de coisas. É preciso uma operação Mãos Limpas para varrer com esta gente toda", acrescenta.

O diretor de comunicação do FC Porto salienta ainda que não foi só naquela altura que Carlos Deus Pereira trocou informações com Pedro Guerra.

"Há muitos emails do Carlos Deus Pereira para o Pedro Guerra a dizer, por exemplo, quando os clubes queriam retirar Mário Figueiredo, que o avisava assim que tivesse uma decisão sobre os requerimentos. É uma vergonha. Monitorizar o presidente da Liga, da FPF, mas o que é isto? O Benfica é um competidor falso. E depois andam ofendidinhos por lhe descobrirmos a careca", rematou.

Conteúdo publicado por Sportinforma