Sporting

26-06-2017 18:40

Bubacar Djaló: "Acredito que um dia poderei subir à primeira equipa"

Médio de 20 anos da equipa B do Sporting fez um balanço da última temporada e espera continuar a evoluir ao serviço dos leões.
Bubacar Djaló, médio da equipa B do Sporting
Foto: @Sporting

Bubacar Djaló, médio da equipa B do Sporting

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

Com 20 anos de idade e no Sporting desde 2014/2015, Bubacar Djaló, jogador da equipa B, não esconde o sonho de um dia dar o salto para a equipa principal. Em declarações ao SAPO Desporto, o centrocampista fez um balanço da última temporada e espera continuar a evoluir em 2017/2018.

"Espero fazer um boa época e claro espreitar do outro lado a equipa principal. Alguns dos meus colegas subiram e isso faz-me acreditar que também um dia poderei subir à primeira equipa. Se conseguir evoluir nas coisas que preciso, acredito que vou chegar lá".

Com 18 jogos disputados ao serviço da equipa B na temporada transata, o centrocampista reconhece que a época não se iniciou da melhor forma, no entanto, sublinha que a participação na Youth League e os jogos que fez a titular, deram-lhe mais 'tarimba', força e confiança.

"A época não começou da melhor forma, mas isso é futebol. [Esta temporada] ajudou-me a amadurecer e os jogos da Youth League também me ajudaram a ter outras experiências. No fim joguei mais. Fiz 9 ou 10 jogos a titular no fim e isso ajudou-me a ficar mais forte e mais confiante".

O médio não tem dúvidas e considera que foi na última temporada que conseguiu elevar mais o seu nível de jogo. Jogadores com Francisco Geraldes ou Podence são vistos como exemplos a seguir: - Se eles conseguiram porque é que Bubacar Djaló não poderá conseguir?

"Há dois anos jogámos juntos. É uma inspiração para mim vê-los subir. Faz-me acreditar que é possível chegar lá com trabalho".

"Evolução? Sinto-me melhor em tudo. Faço melhores leitura de jogo, posiciono-me melhor, estou melhor tecnicamente, evoluí bastante. Foi a época que mais evoluí como homem e como jogador e isso agradeço aos meus colegas e treinadores".

Para finalizar o luso-guineense elogiou o modelo competitivo da Segunda Liga (Competição conta com 44 jornadas), salientou o papel da equipa B na evolução dos jogadores e fez votos para que o conjunto verde-e-branco possa melhorar a sua performance no campeonato. No ano passado ficou na 14ª posição com 55 pontos.

"Muitos jogos na equipa B? Os jogadores vivem dos jogos. Se um jogador não jogar fica enferrujado, quando mais jogos fizer, melhor, sublinhou. No ano passado a equipa era praticamente nova, acredito que este ano vai ser diferente. Fizemos um bom final de época. Espero que o próximo ano seja igual ao que fizemos na parte final do campeonato. A equipa B permite que os jogadores não se afastem do clube e possam jogar numa Liga Competitiva e faz com estejamos a ser observados pelos dirigentes", salientou.

Conteúdo publicado por Sportinforma