Futebol

29-06-2017 19:20

FFP rejeita artigo ´anti-Bruno de Carvalho` proposto pelo Benfica

O regulamento disciplinar e o de arbitragem foram aprovados por unanimidade entre os 60 delegados presentes.
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting
Foto: DR

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Federação Portuguesa de Futebol aprovou os novos regulamentos da Liga, votados e aprovados por esse organismo a 12 de junho, também em Assembleia Geral.

Reunida em Assembleia-Geral, a FPF ratificou o regulamento da Liga, mas retirou o artigo 136-A, do regulamento disciplinar. Este artigo proibia "o ato de fumar na zona técnica, incluindo cigarros eletrónicos, e expelir fumo ou quaisquer outras substâncias, tais como saliva, na direção de dirigentes, jogadores ou quaisquer outros agentes desportivos" e tinha sido proposto pelo Benfica.

A proposta foi muito criticada na altura pelo Sporting por entender que era uma perseguição a Bruno de Carvalho.

Por sugestão de Lourenço Pinto, presidente da AF Porto, os sócios da Federação votaram contra a inclusão deste artigo 136-A, pois consideraram que era ilegal. Na votação, 35 delegados votaram contra, houve 11 abstenções e 14 votos a favor.

O regulamento disciplinar e o de arbitragem foram aprovados por unanimidade entre os 60 delegados presentes.

Na mesma Assembleia-geral os delegados atribuíram votos de louvor a Fernando Gomes, Tiago Craveiro e José Fontelas Gomes pelas respetivas nomeações para cargos da UEFA e integrar o futebol de lazer na esfera federativa.

Conteúdo publicado por Sportinforma