Primeira Liga

08-07-2017 14:07

Paços de Ferreira e Leixões empatam em particular

Duelo de preparação não teve golos.
O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra
Foto: Lusa

O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Paços de Ferreira e o Leixões empataram este sábado sem golos, num encontro particular de futebol disputado na Capital do Móvel e em que a formação de Matosinhos esteve sempre mais perto da vitória.

Deste ‘amigável’ sobressaiu a organização do Leixões na primeira parte e a intensidade imposta pelos dois conjuntos no segundo tempo, o período do encontro que registou mais oportunidades de golo: duas para cada lado, ainda que numa delas, aos 70 minutos, o Leixões tivesse três remates perigosos no mesmo lance, valendo o guarda-redes pacense e a sorte.

Awer Mabil, reforço australiano do Paços, jogou alguns minutos na segunda parte e mostrou pormenores interessantes, numa estreia que podia ter ficado assinalada por um golo, mas o remate saiu ao lado, aos 88 minutos, no final de um encontro marcado por uma primeira parte fraca dos pacenses e em que a equipa da II Liga podia ter chegado por duas vezes ao golo.

No Leixões, João Lucas e Miguel Ângelo foram os únicos repetentes da época passada que jogaram de início.

O Paços de Ferreira iniciou o particular com Rafael Defendi na baliza, uma defesa a quatro composta por Bruno Santos e Filipe Ferreira nos corredores laterais e Dylan MacGowan e Ricardo ao centro, Mateus, André Sousa de Pedrinho formaram o trio do meio campo, em apoio aos avançados Xavier, Luiz Phellype e Barnes.

Não foram utilizados pelo técnico Vasco Seabra João Góis, Welthon, João Pinho, Marco Baixinho, Rabiola, Bruno Moreira, Medeiros, Fatai e Gégé, que vai rumar à Arábia Saudita.

Conteúdo publicado por Sportinforma