Primeira Liga

17-07-2017 11:56

Sporting ainda tem lições para aprender com a defesa em primeiro plano

‘Leões’ sofreram sete golos em quatro jogos e mostraram algumas fragilidades. Visita à Suíça no ano passado foi sinónimo de golos sofridos.
Equipa do Sporting em treino
Foto: Sporting CP

Sporting está em estágio na Suíça

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A pré-temporada não é a altura mais correta para se fazerem análises alargadas ao novo Sporting comando por Jorge Jesus, mas a presença na Suíça já mostra laivos daquilo que o treinador pretende para a próxima temporada.

Com muitos reforços e jogadores em clara afirmação dentro do plantel, o Sporting tem mais opções para a frente de ataque, mas tem sido a defesa a mostrar sinais de alguma debilidade durante o estágio na Suíça. Em quatro jogos disputados até ao momento, os ‘leões’ sofreram sete golos com aquela que será, em principio, a sua defesa para o campeonato português.

Jorge Jesus conta com todos os jogadores defensivos com a exceção de Rui Patrício e Beto. Os dois jogadores ainda não se apresentaram, mas o guarda-redes não tem sido o motivo pelo qual o Sporting tem tido dificuldade em evitar sofrer golos.

Por partes, Piccini e André Geraldes têm sido a opção para o lado direito da defesa sem mostrarem que são donos e senhores da posição. O reforço contratado ao Bétis tem uma ligeira vantagem, mas ainda não mostrou argumentos para ser considerado um reforço de peso ao contrário de outras das caras novas no Sporting.

No eixo central da defesa, Mathieu mostrou que será opção juntamente com Coates como a dupla defensivas, mas ainda falta ritmo ao francês enquanto Coates ainda não está ao nível que demonstrou na temporada passada. Erros de desatenção aliados ao cansaço inerente a uma pré-época é uma das explicações para a quantidade de golos sofrido pela equipa de Jorge Jesus. Em termos de outras opções, o treinador perdeu Paulo Oliveira e Rúben Semedo. Tobias Figueiredo é hipótese, mas aparenta ser curto para o Sporting que conta ainda com André Pinto.

Na esquerda, Fábio Coentrão deve começar como titular na equipa de Jorge Jesus, mas tem sido um reforço sem a consistência que a Primeira Liga necessita. Autor de exibições ora agradáveis ora com erros, o defesa que chegou do Real Madrid tem concorrência forte do ‘regressado’ Jonathan Silva. Após quatro encontro, o lado esquerdo é o que aparenta ter mais segurança e estar fechado para o arranque da temporada, mas a necessitar de afinações.


‘Alarme’ na defesa, mas registo melhor do que no ano passado

Sofrer golos na pré-temporada tem sido uma questão em foco nas preparações do Sporting na Suíça. No ano passado, a equipa de Jorge Jesus teve um percurso ainda mais problemático durante os jogos de preparação. Nos cinco encontros amigáveis do ano passado, o clube leonino encaixou 15 golos no total. Com apenas uma vitória em terras helvéticas, os ‘leões’ regressaram a Portugal vindo da Suíça com quatro derrotas sendo que três delas foram por números expressivos frente a Mónaco (4-1), Zenit (4-2), PSV (5-0) e Lyon (1-0).

Apesar do registo negativo alcançado, o Sporting acabou por ‘afinar’ a defesa e melhorar consideravelmente o registo defensivo apresentado na temporada passada. Notar ainda que Sebastian Coates é o único sobrevivente da defesa do ano passdo. O central uruguaio vai arrancar a temporada de ‘leão’ ao peito com bilhete dourada para a titularidade e estatuto renovado.

Do ano passado para esta temporada, Jorge Jesus tem várias alterações na equipa base no que toca à defesa leonina. Schelotto deixou o seu lugar para Piccini/Geraldes enquanto Marvin e Zeegelaar foram substituídos por Fábio Coentrão e Jonathan Silva. No eixo central, Coates é, como já foi referido, a única manutenção certa com Mathieu a ser o escolhido por Jorge Jesus para jogar ao seu lado. O jogador contratado ao Barcelona vai ocupar o posto de Rúben Semedo que saiu para Espanha. Em 2016/17, era opção, intercalando com Paulo Oliveira – também já não é opção –, ao lado de Coates. Assim, Tobias Figueiredo é o terceiro central da equipa de Jorge Jesus.

O Sporting entrou ao trabalho mais cedo do que os principais rivais na luta pelo título da Primeira Liga visto que necessita de preparar o play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões. Depois de terem terminado na terceira posição da Primeira Liga do ano passado, os ‘leões’ vão ter uma eliminatória para ter acesso à liga milionária. O sorteio ainda não foi realizado, mas o Sporting provavelmente não será cabeça de série.

Até ao arranque da Primeira Liga, o clube leonino vai regressar a Portugal e tem o encontro de apresentação aos sócios frente ao Mónaco bem como o Troféu dos Cinco Violinos onde a Fiorentina será o oponente. O encontro com a equipa ‘viola’ é muito simbólico visto que surge no rescaldo da morte de um adepto que era fã de ambas as formações.

O Sporting entra na sua terceira temporada com Jorge Jesus como treinador principal. Após dois anos sem conseguir conquistar o título de campeão nacional, o clube leonino entrou a apostar forte nesta temporada com a contratação de vários jogadores pedidos por Jorge Jesus. Na jogada do tudo ou nada, os ‘leões’ estão praticamente ‘obrigados’ a vencer o título de campeão nacional que foge há mais de uma década.

Conteúdo publicado por Sportinforma