Segunda Liga Segunda Liga

Imprimir A- A+

II Liga

29 de abril de 2012 19:15h

Trofense empata com Covilhã e adia manutenção

Por SAPO Desporto c/Lusa

O clube de Rui Nascimento esteve a ganhar por duas bolas: golos de Gabi (15 minutos) e Fofana (33). Mas os golos de David (45) e Zé Manel (52) garantiram a conquista de um precioso ponto.

Trofense empata com Covilhã e adia manutenção

rofense e Sporting da Covilhã empataram este domingo 2-2, em encontro da 28.ª jornada da Liga de Honra em futebol, disputado na Trofa, adiando as decisões sobre despromoções.

O clube de Rui Nascimento esteve a ganhar por duas bolas: golos de Gabi (15 minutos) e Fofana (33). Mas os golos de David (45) e Zé Manel (52) garantiram a conquista de um precioso ponto.

Num jogo em que o Trofense podia garantir a manutenção na Liga da Honr em caso de vitória, começou melhor o Sporting da Covilhã, apostado em fugir aos lugares de despromoção.

Fofana, de remate forte de pé esquerdo, assustou Trigueira logo aos oito minutos mas a bola saiu ao lado. David (10 minutos) e Reguila (12) responderam com remates por cima e ao lado, respetivamente.

O primeiro golo dos visitantes surgiu aos 15 minutos com Gabi a aproveitar a desatenção da defesa Trofense. Muitas culpas para o guardião Trigueira.

Santos (17 minutos) e Feliz (22) tentaram o empate, mas a sorte sorriu de novo ao Covilhã, com Fofana a conseguir desmarcar-se de Santos e a surgir isolado para fazer o segundo golo, após passe, da direita, de Jorge Chula.

Mesmo em cima do intervalo, o técnico João Eusébio - que assistiu ao jogo da bancada devido a castigo - viu David reduzir a desvantagem através de um remate de fora da área (45 minutos).

Após o descanso, Zé Manel saltou do banco decidido a fazer o empate que conseguiu, aos 52 minutos, na sequência de um livre que não deu hipóteses a Nuno Santos.

Feito o empate, a partida ganhou grande intensidade com ambas as equipas a procurarem o golo da vitória. Reinou o equilíbrio embora o lado ofensivo do Trofense mostrasse mais convicção na hora de atacar mas do lado do Sporting da Covilhã estava uma linha defensiva muito atenta e organizada.

Santos, aos 68 minutos, deixou escapar uma grande oportunidade para fazer o terceiro ao cabecear para fora quando o guarda-redes adversário já estava completamente batido.

Aos 87 minutos, foi Filipe Fernandes quem tentou a sorte, num remate forte à entrada da pequena área, mas Trigueira redimiu-se da falha no primeiro golo e evitou a vitória do Covilhã.

Leve o Desporto para todo o lado com o SAPO Desporto Mobile.

Comentários

Alertas futebol

Acompanhe todas as notícias de futebol com o serviço SAPO Alertas.

Subscrever

Classificação

Temporada Regular