Freamunde

10-05-2012 19:06

Bock acredita na permanência

O Freamunde, 15.º classificado, com 31 pontos, defronta o Penafiel, sétimo, com 38, pelas 17 horas de domingo, em jogo da 30.ª e última jornada da Liga de Honra.
Bock acredita na permanência

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O avançado do Freamunde Bock disse hoje acreditar que, em condições normais, a vitória no domingo frente ao Penafiel deverá ser suficiente para garantir a permanência da equipa na Liga de Honra de futebol.

A uma jornada do fim, o Freamunde ocupa o 15.º lugar, com os mesmos 31 pontos do "lanterna vermelha" Sporting da Covilhã, ambos em zona de descida, está obrigado a vencer o Penafiel e a esperar por terceiros para garantir a permanência.

Santa Clara (com 34 pontos), União da Madeira (34), Arouca (33) e Portimonense (32) também estão na luta, mas, para Bock, o Freamunde tem de concentrar-se no seu jogo e vencer o Penafiel.

«Temos de entrar com tudo, jogar com garra, determinação e qualidade, temos, no fundo, de jogar à Freamunde e fazer praticamente o jogo das nossas vidas», disse Bock, em declarações à agência Lusa.

Para o experiente avançado do Freamunde, de 36 anos, o jogo de domingo é «o mais importante e difícil desde que a equipa subiu à Liga de Honra», há seis épocas.

«Tivemos oportunidade com o Covilhã e não aproveitámos e, depois do deslize com o Atlético [2-2], sabíamos que tínhamos de ir pontuar às Aves. Acabou por ser uma jornada importante, pois, mesmo ficando dependentes de terceiros, outros resultados acabaram por nos ajudar», sublinhou.

Bock diz que «à terceira [oportunidade] tem mesmo de ser» e, apesar de reconhecer a pressão inerente a um jogo decisivo, para mais frente a um clube vizinho e numa época agravada por salários em atraso, diz ter «fé absoluta» na permanência.

«Sabemos que, se ganharmos, temos grandes possibilidades de nos mantermos. E, ganhando, só se acontecer uma catástrofe», afirmou o avançado, confiante no maior potencial do já campeão Estoril-Praia na receção ao Arouca e do favorito à subida Moreirense em casa frente ao Sporting da Covilhã.

O "capitão" não esqueceu o apoio dos adeptos no jogo do tudo ou nada e disse mesmo estar convencido de que «Freamunde no domingo vai encher o estádio» e «puxar como o verdadeiro 12.º jogador que a equipa precisa».

Os defesas Vasco Campos e Luís Pedro e o médio Brandão vão cumprir um jogo de suspensão e juntam-se na lista de ausentes a Nana K, lesionado.