Segunda Liga

26-03-2017 22:16

União da Madeira e Vizela dividem pontos

União da Madeira e Vizela empataram este domingo (1-1), em partida antecipada da 37.ª jornada da 2.ª Liga.
União da Madeira
Foto: Lusa

União da Madeira

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

União da Madeira e Vizela empataram este domingo (1-1), em partida antecipada da 37.ª jornada da 2.ª Liga. Apesar do claro ascendente da turma da casa, repetiu-se o desfecho da primeira volta, com ambos os golos a surgirem no decorrer da primeira parte.

Kwame N'Sor inaugurou o marcador logo aos 5', com um remate colocado desferido à entrada da área, somando o seu 14.º golo no campeonato.

Os madeirenses continuaram a pressionar e, aos 9' e 10', estiveram muito perto de ampliar a vantagem. Primeiro por Cedric, que desviou para fora um centro de Rúben Lima, e depois num remate de Ryan Ramos - jogador que seria substituído aos 24', por lesão.

Aos 35 minutos, N'Sor obrigou Pedro Albergaria a uma defesa apertada, mas o Vizela haveria de chegar à igualdade aos 39', na sequência de um lance de bola parada, com Carlos Fortes a aproveitar da melhor forma uma série de ressaltos no interior da grande área.

Ainda antes do intervalo, os madeirenses voltaram a estar perto de marcar, já em período de compensações, com Luís Carlos quase a marcar de canto direto, levando a bola a embater na barra.

Após o reatamento, o União surgiu disposto a voltar a fazer pender os acontecimentos a seu favor e, aos 50', Mica rematou ao poste e Luís Carlos, na recarga, com a baliza desguarnecida, disparou para fora.

Aos 54', foi Nuno Viveiros que não aproveitou da melhor forma o adiantamento de Pedro Albergaria e o 'chapéu' saiu por cima. Dois minutos volvidos, foi Gian que obrigou Pedro Albergaria a uma grande defesa.

Os insulares exerciam forte pressão, contudo, aos 71', Nilson demorou na reposição, foi pressionado por Felipe Augusto e a bola só não entrou por mero acaso. Aos 74 minutos, nova grande oportunidade, após um erro de Pedro Albergaria, que retificou da melhor forma, defendendo depois o remate de Kwame N'Sor.

Não obstante o grande domínio do União da Madeira, o Vizela manteve-se coeso defensivamente, espreitando sempre o contra-ataque e, até final, o resultado não sofreu alterações.

Conteúdo publicado por Sportinforma