Segunda Liga

09-04-2017 19:48

FC Porto B goleia Cova da Piedade e ´respira` melhor na tabela

O FC Porto B goleou este domingo o Cova da Piedade por 4-0, na 35.ª jornada da 2.ª Liga.
Adeptos do FC Porto
Foto: FC Porto

Adeptos do FC Porto

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto B goleou este domingo o Cova da Piedade por 4-0, na 35.ª jornada da 2.ª Liga, e ficou numa posição mais confortável da tabela, enquanto os lisboetas continuam sob pressão de despromoção.

O primeiro golo da partida foi apontado por Kayembe, aos 22 minutos, na marcação de um penálti, enquanto na segunda parte a equipa da casa aumentou a vantagem com dois tentos seguidos, primeiro por Galeno, aos 48', depois com Roberto Cunha a marcar na própria baliza, e André Pereira, aos 69', fechou a contagem.

Numa partida em que o Cova da Piedade revelou várias dificuldades com e sem posse de bola, o FC Porto B tomou conta do jogo cedo, muito graças ao golo apontado aos 22 minutos por Kayembe, que enganou o 'guardião' Pedro Alves e converteu o penálti.

Durante o primeiro tempo os lisboetas não criaram qualquer ocasião de perigo, permitindo que os dragões gerissem o ritmo de jogo e a posse de bola, tendo André Pereira, Graça e Chidozie desperdiçado oportunidades de aumentar a vantagem.

O segundo tempo começou com dois golos seguidos dos 'bês', primeiro por Galeno, que, desmarcado por Rui Moreira, arrancou desde a linha do meio campo e só parou quando colocou a bola no fundo das redes.

No minuto a seguir, o FC Porto B aumentou a vantagem, na sequência de um canto, num lance de infortúnio da defesa lisboeta. Irobiso tentou aliviar, mas cabeceou contra Evaldo, e a bola ainda sofreu um desvio em Roberto Cunha antes de entrar na baliza.

Aos 55 minutos, surgiu a primeira oportunidade dos visitantes, com Dieguinho a cabecear ao poste depois de um cruzamento 'teleguiado' de Chico Gomes.

Ainda assim, os 'dragões' continuaram a criar oportunidades, com Graça a estar perto do quarto golo por duas vezes, que acabaria por surgir aos 69 minutos, por intermédio de André Pereira, que aproveitou da melhor maneira a recarga do remate de Rui Moreira.

A expulsão de Musa, aos 73 minutos, fez com que os 'bês' se retraíssem em saídas atacantes, apesar de alguns contra-ataques perigosos até ao apito final.

Conteúdo publicado por Sportinforma