Segunda Liga

30-04-2017 19:42

Paulo Alves felicita Portimonense e Desportivo das Aves pela subida

O treinador do Penafiel, Paulo Alves, endereçou hoje os parabéns ao Portimonense e ao Desportivo das Aves.
Paulo Alves
Foto: HUGO DELGADO / LUSA

Paulo Alves

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Penafiel, Paulo Alves, endereçou hoje os parabéns ao Portimonense e ao Desportivo das Aves, considerando que as duas equipas da II Liga "subiram com justiça" ao principal escalão do futebol português.

O Penafiel não tinha ambições de subida e estava dependente de terceiros, mas era a única equipa capaz de adiar a festa do Aves, mas o empate 2-2 conseguido hoje pela formação avense na visita ao União da Madeira, fechou as contas da promoção

"Quem sobe é sempre justo. Tínhamos a consciência da realidade dos factos, não pensámos em nada disso e apenas aproveito para endereçar os parabéns ao Portimonense e ao Aves, duas grandes equipas, com soluções para dar e vender. Penso que subiram com justiça", disse Paulo Alves, na conferência após a vitória por 1-0 frente ao Santa Clara.

Para Paulo Alves, "foi mais um jogo muito bem conseguido" pelo Penafiel, equipa que soma um empate e seis vitórias nos últimos sete encontros, o último dos quais em Freamunde, por 2-1, e que deu origem a uma participação dos responsáveis do Freamunde às autoridades, por suspeitas de viciação de resultados.

"Nem sequer queria ligar ou mexer nisso, pois não tem rigorosamente nada a ver connosco. Quem viu, sabe que foram duas equipas que se entregaram ao jogo. Tivemos oportunidades, fizemos golos, o Freamunde, até pela situação em que está, também fez tudo para alcançar o empate, e, se o conseguisse, teria merecido. Por isso, não há posição a ter", comentou Paulo Alves.

Ainda assim, o técnico dos ‘rubro-negros’ confessou que esteve e continua atento ao desenrolar do processo, esperando que "não toquem no Penafiel" e no profissionalismo dos jogadores.

No final desse jogo da 38.ª jornada, que o Penafiel venceu por 2-1, a SAD do Freamunde apresentou uma queixa na Polícia Judiciária por suspeita de viciação do resultado, após ter sido contactada por uma pessoa que disse ter conhecimento prévio do resultado, no intervalo e no final, conforme mensagens exibidas no telemóvel, o que originou a identificação de várias pessoas, incluindo a equipa de arbitragem.

Conteúdo publicado por Sportinforma