Futebol

01-05-2017 09:41

Depois da subida, adeptos do Aves pedem título da Segunda Liga

Milhares de adeptos reuniram-se domingo à noite junto ao estádio do clube para festejar, com a equipa, a subida à I Liga.
Desportivo das Aves sobe à I Liga
Foto: DR

Aves garantiu a subida à Primeira Liga

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Milhares de adeptos do Desportivo das Aves reuniram-se domingo à noite junto ao estádio do clube para festejar, com a equipa, a subida à I Liga de futebol, pedindo aos jogadores que consigam, também, o título da II Liga.

Depois de uma primeira receção eufórica à comitiva avense no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, os adeptos seguiram a equipa até Vila das Aves, onde uma enorme multidão esperou horas para saudar jogadores, técnicos e dirigentes.

Chamados individualmente a um palco montado próximo do estádio clube, os jogadores foram surpreendidos por uma extensa moldura humana, que, entre os vários cânticos entoados, pediu ao grupo de trabalho que conquiste mais um êxito esta época, lutando pelo título da II Liga.

Com três jornadas para o final da prova, o Desportivo das Aves segue no segundo lugar do campeonato, com 72 pontos, menos dois que o líder Portimonense, que na semana passada já tinha, também, obtido a promoção ao principal escalão do futebol nacional.

Luíz Andrade, presidente da SAD do Aves, reiterou à Lusa a vontade da equipa em corresponder aos anseios dos adeptos, e lutar pelo primeiro lugar da classificação.

"Sentimos que neste momento temos equipa para lutar pelo título da II Liga, é isso que vamos fazer, claro preparando já a próxima época apostando neste grupo e também reforçando com jogadores experientes", vincou.

O dirigente brasileiro, que há duas épocas comanda a SAD avense, considerou que o investimento feito no clube nortenho "foi uma aposta ganha", não escondendo a surpresa pela receção dos adeptos à equipa.

"Esperava tudo, mas esta receção foi além de toda a minha imaginação. É algo que me deixou sem palavras", disse Luíz Andrade.

Também José Mota, treinador da equipa, confessou que, apesar de já contar com quatro subidas ao principal patamar do futebol nacional, não esperava uma celebração tão intensa.

"Todos os momentos são especiais, mas este fica especialmente na memória, porque não contávamos com tanta gente. Vila das Aves é uma terra pequena, mas a pessoas têm um carinho enorme pelo futebol e que nos surpreende e contagia", confessou.

Questionado sobre a possibilidade de se manter no comando da equipa na próxima temporada, no projeto da I Liga, o treinador considerou que ainda "não é o momento certo para abordar o tema".

"Essa questão ainda não foi pensada, estamos a viver este momento, e não estou preocupado. Vamos saborear o sucesso e ir atrás do objetivo de ser campeão", afirmou José Mota.

A festa em Vila das Aves continuou pela madrugada dentro, com animação musical e fogo de artifício, em celebrações que contagiaram toda a localidade nortenha.

O Desportivo das Aves assegurou este domingo a subida à I Liga de futebol, depois de um empate (2-2) no reduto do União da Madeira.

Esta será a quarta presença da história do clube no escalão mais alto do futebol português, sendo que a última aconteceu precisamente há dez anos, na temporada de 2006/2007.

Conteúdo publicado por Sportinforma