Segunda Liga

17-05-2017 09:03

Galeno e Kayembe à lupa de treinadores da IIª Liga

Técnicos de equipas do segundo escalão do futebol português analisam os dois extremos, que poderão ser trunfos esta quarta-feira, na final da Premier League Internacional Cup, onde o FC Porto B vai participar.
Kayembe
Foto: LUSA

Kayembe é um dos jogadores que vai fazer a pré-época com a equipa principal do Benfica

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Têm dado cartas na equipa secundária e, por isso, serão chamados para fazer a pré-temporada com a equipa principal. Kayembe e Galeno são duas das 'pérolas' do FC Porto e poderão ser duas armas para defrontar o Sunderland sub-23 esta quarta-feira, na final da Premier League Internacional Cup.

Questionados pelo jornal O Jogo, três treinadores da IIª Liga deram a sua opinião sobre os dois jogadores, que consideram ser ter qualidade para se afirmarem

"Alguém diria que o André Silva seria tão importante como foi? Se não tivesse tido uma oportunidade, se calhar hoje não era indiscutível no plantel. E convém lembrar que na época passada também estava na equipa B", afirmou Filipe Gouveia, treinador do Sporting da Covilhã, que acredita que ambos os jogadores têm "potencial para crescer".

De resto, a opinião é partilhada por Álvaro Magalhães, treinador do Gil Vicente, que, apesar da "cultura ganhadora do FC Porto" obrigue sempre um "jogador a dar o máximo", os dois jogadores não têm esse problema.

"muitas vezes, o problema dos futebolistas é terem medo de falhar, mas eles não podem ter, porque têm qualidade", afirmou o técnico, que acredita que o treinador terá um papel fundamental na sua afirmação.

"O treinador é quem tem de fazer o trabalho psicológico para os ajudar a enfrentar a alta competição e a pressão que se sente quando se está num clube como o FC Porto", refere, recordando a passagem de Kayembe por Rio Ave e Arouca.

"O Kayembe está entre os melhores jogadores das equipas B. Não entendo como não continuou na Iª Liga", afirma.

Francisco Chaló, treinador do Académico de Viseu, também tem uma opinião favorável dos dois jogadores, que são "muito similares nas características" e que têm o perfil que "encaixa no futebol atual".

"Têm boa capacidade nos duelos individuais pelos corredores e no jogo entre linhas, o que lhes permite realizar assistências para zonas de finalização", confirma Chaló, defendendo que Galeno é mais finalizador e Kayembe é mais um criador de oportunidades.

Conteúdo publicado por Sportinforma