II Liga

31-05-2017 19:44

Gil Vicente apresentou oficialmente Jorge Casquilha

Jorge Casquilha apresentado oficialmente no Gil Vicente como novo treinador.
Jorge Casquilha
Foto: ESTELA SILVA / LUSA

Jorge Casquilha apresentado oficialmente no Gil Vicente como novo treinador.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador Jorge Casquilha foi hoje apresentado oficialmente como novo técnico do Gil Vicente, da II Liga de futebol, tendo assinado um contrato válido para as próximas duas temporadas.

Na conferência de imprensa convocada para o efeito, o presidente gilista, Francisco Dias da Silva, desejou "muita sorte" à nova equipa técnica, referindo que escolheu Jorge Casquilha por considerar ser o melhor para o projeto do clube, esperando que o técnico desenvolva "um bom trabalho, dentro das condicionantes que vai ter".

"É um homem conhecedor do clube, desenvolveu cá um bom trabalho durante muitos anos como jogador e espero que tenha agora a mesma competência como treinador”, referiu Francisco Dias da Silva.

Jorge Casquilha mostrou-se satisfeito pelo regresso ao Gil Vicente, que serviu como jogador durante oito temporadas (de 1997 a 2005), começando por agradecer o convite do presidente.

"Toda a gente sabe que eu vivo nesta cidade há 20 anos e tenho uma estima enorme por este clube, pelo qual passei como jogador e no qual deixei marcas, mas o clube também me deixou marcas para toda a vida, e por isso não podia dizer que não. Tenho muita honra em voltar a esta casa”, disse.

Jorge Casquilha salientou que tinha contrato com o União da Madeira e por isso agradeceu ao presidente, Filipe Silva, por o ter libertado e compreendido as suas razões, que foram de ordem familiar.

Relativamente ao desafio que o espera, o técnico referiu ser um profissional de futebol.

“Dou sempre o máximo de mim nos clubes por onde tenho passado e no Gil Vicente também será assim, até porque o Gil é o meu clube e isso ainda me trará mais responsabilidade em fazer ainda melhor o meu trabalho”, sublinhou.

Quanto a objetivos, salientou que o objetivo "é fazer um bom campeonato, ganhar mais vezes do que perder, produzir bons jogadores e andar sempre nos primeiros lugares”.

Já sobre o novo plantel, Casquilha revelou que ele e a direção já se debriçaram sobre ele e que haverá mexidas.

"No entanto, dentro dos nossos limites orçamentais, vamos construir um plantel competitivo”, disse, o técnico, que tem como momento alto como treinador a subida do Moreirense à I Liga em 2011/2012.

Jorge Casquilha faz-se acompanhar por Cristiano Sousa, que será seu adjunto, do professor Maykel Moreira, preparador físico, e de Manuel Ribeiro 'Xabregas', técnico de guarda-redes.

Conteúdo publicado por Sportinforma