Futebol

02-09-2016 15:54

Cabo Verde tenta apuramento para CAN2017 como um dos melhores segundos

Cabo Verde tenta o apuramento para uma CAN pela terceira vez seguida, depois da primeira em 2013, na África do Sul, e a segunda no ano passado, na Guiné Equatorial.
Seleção de Cabo Verde
Foto: CM

Seleção de Cabo Verde

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Cabo Verde recebe sábado a Líbia no sexto e último jogo de apuramento para a Taça das Nações Africanas (CAN2017) e precisa vencer para tentar a qualificação como um dos dois melhores segundos classificados dos 13 grupos.

Cabo Verde é o segundo do Grupo F, com nove pontos, menos quatro do que a Tunísia, já apurada para a maior prova de seleções de futebol em África.

Por isso, os comandados de Beto Cardoso precisam vencer para somarem 12 pontos e tentar ainda o apuramento como um dos dois melhores posicionados de todos os grupos.

Para isso acontecer, Cabo Verde terá de contar com uma combinação de resultados de outros grupos que também ficarão definidos em jogos disputados no fim de semana.

Para este jogo, Cabo Verde realizou duas etapas de preparação, com a primeira a terminar quarta-feira no Complexo Desportivo do Jamor e a segunda está a acontecer na cidade da Praia.

O jogo está marcado para às 16:00 (18:00 em Lisboa), no Estádio Nacional de Cabo Verde, cidade da Praia, e será dirigido por uma equipa de arbitragem da Etiópia.

O encontro será precedido de um minuto de silêncio, em memória de Luís Bastos, considerado o melhor jogador cabo-verdiano de sempre, que faleceu esta semana, aos 75 anos.

Cabo Verde tenta o apuramento para uma CAN pela terceira vez seguida, depois da primeira em 2013, na África do Sul, e a segunda no ano passado, na Guiné Equatorial.

A CAN2017 será organizada pelo Gabão.

A Líbia, que está em Cabo Verde desde quarta-feira, já não tem hipóteses de apuramento para a CAN, mas segundo o selecionador, o espanhol Javier Clemente, o jogo será aproveitado para começar a preparar a fase de apuramento para a Mundial.

Conteúdo publicado por Sportinforma