Futebol

03-09-2016 20:21

Cabo Verde perde com Líbia e diz adeus ao CAN217

Fouad Al Triki fez o golo solitário da seleção forasteira.
Apuramento ao CAN2017: Cabo Verde 0-1 Líbia
Foto: SAPO

Apuramento ao CAN2017: Cabo Verde 0-1 Líbia

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A seleção de Cabo Verde perdeu em casa com a Líbia por 1-0 e está fora da fase final do CAN2017.


Os Tubarões Azuis estavam forçados a vencer e por uma boa diferença de golos para poder alimentar o sonho de marcar presença no CAN2017.

Mesmo vencendo, a seleção crioula teria de esperar por outros resultados deste domingo para saber se apuraria ou não. O muito contestado Professor Beto alinhou com Vozinha na baliza, defesa formada por Carlitos, Gegé, Fernando Varela e Stopira.

Marco Soares, Toni Varela e Jamiro formavam o trio do meio-campo, no apoio a Garry Rodrigues, Ryan Mendes e Ricardo Gomes. Perante uma boa casa no Estádio Nacional, a seleção de Cabo Verde fez uma exibição demasiado pobre e não conseguiu fazer qualquer remate enquadrado com a baliza no primeiro tempo.

O jogo dos Tubarões Azuis baseava-se em bolas longas dos defesas e médios para as costas da defesa mas a boa organização defensiva da Líbia anulava tudo. Os jogadores cabo-verdianos foram apanhados várias vezes em fora-de-jogo, face a bem montada defensiva da Líbia, seleção que é treinada pelo espanhol Javier Clemente. No segundo tempo o Professor Beto tentou incutir maior fulgor ofensivo, retirando o médio defensivo Toni Varela e colocando Nuno Rocha em campo, um dos melhores da turma crioula. Também entrou Heldon ´Nhuck` para o lugar de Ryan Mendes.

Os primeiros minutos mostravam uma seleção com outra disposição mas a decidir sempre mal no último passe. A Líbia ia tentando alguns tímidos contra-ataques, incomodando de vez em quando Vozinha. O guarda-redes cabo-verdiano foi chamado a intervir perto do final para evitar o golo dos líbios com uma boa defesa. O jogo ofensivo cabo-verdiano ´morreu` com a entrada do avançado Júlio Tavares para o lugar do defesa Carlitos.

Com mais um avançado e menos um defesa, Cabo Verde teve mais dificuldades para criar perigo, ao contrário da Líbia, que agora chegava com mais à vontade à área cabo-verdiana. Foi num lance de contra-ataque com a defensiva cabo-verdiana descompensada que a Líbia marcou, num remate de Fouad Al Triki dentro da área sem hipóteses para Vozinha.

Cabo Verde tentou reagir, sempre com um futebol direto, sem ideias e sem entrosamento. Garry Rodrigues teve o empate nos pés nos descontos mas não aproveitou uma fífia do guarda-redes líbio e atirou ao lado. Gegé apareceu em dois lances de perigo mas acertou mal na bola. O público presente no estádio mostrou o seu descontentamento e assobiou o Professor Beto, pedindo a sua saída do comando técnico dos Tubarões Azuis.

Esta foi a segunnda derrota seguida de Cabo Verde em casa (já tinha perdido com Marrocos), depois de quatro triunfos consecutivos. Cabo Verde mantém-se no segundo lugar do Grupo F com nove pontos, à frente da Líbia com sete pontos mas está fora do CAN2017. Falhado o objetivo de marcar presença pela terceira vez numa fase final de um Africano de futebol, é hora de preparar o apuramento para o Mundial.

Serão precisas mudanças drásticas e um melhoramento significativo no jogo da equipa caso Cabo Verde queira sonhar com uma presença no Mundial2018.



Fotos: As melhores imagens do encontro

Fotos: A festa dos adeptos no Estádio Nacional


Conteúdo publicado por Sportinforma