Euro 2016

31-08-2016 19:14

Bruno Fernandes: "É um objetivo apurarmo-nos o mais rapidamente possível"

O médio Bruno Fernandes alertou hoje para as dificuldades que Israel pode trazer, mas frisou a convicção de que a seleção portuguesa de futebol de sub-21 vencerá o jogo de sexta-feira, garantindo o apuramento para o Euro2017.
Bruno Fernandes
Foto: Octávio Passos

Médio abriu o marcador

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

"Estamos concentrados para este jogo, sabemos da possibilidade de nos apurarmos já, é um objetivo apurarmo-nos o mais rapidamente possível e queremo-lo fazer contra Israel", afirmou antes do treino no Estádio 1.º de Maio, em Braga.

Líder do Grupo 4, a equipa orientada por Rui Jorge defronta Israel, em Paços de Ferreira, e a Grécia, na terça-feira, em Barcelos, mas se vencer o primeiro jogo garante logo a presença no Campeonato Europeu e o jogador mostrou-se convicto disso: "sabemos que temos capacidade para isso, temos de estar concentrados no jogo e nas ideias do treinador para este jogo".

Para o jogador, que representou Portugal nos Jogos Olímpicos Rio2016, a pressão não advém de tentar somar o sétimo triunfo em outros tantos jogos nesta campanha de qualificação, mas em jogar por Portugal.

"Pressão é representar a seleção portuguesa, isso já é importante. Sabemos que somos capazes de fazer mais ainda do que seis jogos e seis vitórias", afirmou.

Bruno Fernandes destacou a força mental do adversário e lembrou que, em Israel, Portugal passou "por algumas dificuldades no início" e que só depois de marcar o primeiro golo "tudo se tornou mais fácil", pelo que espera marcar cedo na sexta-feira para desbloquear o jogo.

O jogador, que este defeso se transferiu da Udinese para a Sampdoria, em Itália, abordou ainda o facto de haver vários jogadores portugueses na seleção sub-21 alvo da cobiça de outros clubes nos últimos dias.

"São coisas que nos passam ao lado, cada um que tem de pensar por eles. Estamos concentrados na seleção nacional e o primeiro objetivo é a seleção nacional. Assinar por outros clubes é um passo em frente na carreira, depois tem que se vir com mais convicção e força para dar o seu melhor pela seleção", disse.

Natural do Porto e com a formação repartida entre o Pasteleira e o Boavista, Bruno Fernandes, quase a completar 22 anos, disse ainda que regressar a Portugal "não é um objetivo".

"Nunca foi, as coisas estão a acontecer normalmente, mas o mais importante agora é dar o meu melhor para representar a seleção de Portugal.

Dos 15 minutos do treino abertos à comunicação social, nota para a presença do guarda-redes do Vitória de Guimarães Miguel Silva, hoje chamado por Rui Jorge para substituir o lesionado Bruno Varela, e para a ausência de Carlos Mané por causa da sua transferência para o Estugarda, da Alemanha.

Vice-campeão europeu do escalão, Portugal lidera o Grupo 4, com 18 pontos (seis vitórias em seis jogos), mais seis do que a Albânia, segundo classificado (e mais dois jogos disputados), e mais sete do que Israel, terceiro, que defronta na sexta-feira, às 17:15, no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Conteúdo publicado por Sportinforma