Bruno Fernandes

29-05-2017 18:07

"Renato? Poderá ajudar-nos e nós podemos ajudá-lo a fazer grandes jogos e grandes coisas"

O futebolista Bruno Fernandes afirmou hoje que o compatriota Renato Sanches poderá ser uma mais-valia para Portugal no Europeu de sub-21.
Renato Sanches

Renato Sanches

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O futebolista Bruno Fernandes afirmou hoje que o compatriota Renato Sanches poderá ser uma mais-valia para Portugal no Europeu de sub-21, considerando que é igualmente importante representar a equipa secundária das 'quinas'.

"Não fiquei surpreendido, mas nunca passei por isso. Acho que o Renato é excelente jogador, demonstrou grandes coisas e por isso está onde está [Bayern de Munique]. Poderá ajudar-nos e nós podemos ajudá-lo a fazer grandes jogos e grandes coisas. A seleção sub-21 tem a mesma importância", começou por dizer o médio da Sampdoria, em conferência de imprensa realizada na Cidade do Futebol, em Lisboa.

Para o titular na equipa de Génova, a chamada do campeão europeu em 2016 pela seleção principal à seleção liderada por Rui Jorge não é uma surpresa.

"Todos aqui sabemos que a realidade é chegar a seleção A, mas todos se vão integrar na nossa realidade. São jogadores [Renato Sanches e João Cancelo] com ambição e acredito que na cabeça deles esteja só o Europeu de sub-21", explicou.

Relativamente à competição que tem início em 16 de junho, na Polónia, o médio português acredita que a "diferença" entre as 12 seleções será decisiva para triunfar e alertou que atletas com "qualidade não vão faltar".

A equipa das 'quinas' está inserida no grupo B, juntamente com Espanha, Sérvia e Macedónia, e Bruno Fernandes antevê dificuldades, mas traça o caminho para chegar à final: "Acredito que será um grande Europeu. Quem tiver mais fome poderá levar a melhor e nós devemos pensar jogo a jogo, as regras mudaram, em que só passa o primeiro e o segundo melhor. Isso complica, mas estamos focados."

No plano individual, Bruno Fernandes, que nunca representou um clube em Portugal como sénior, salientou que "não é difícil" isso poder vir a acontecer, mas "depende do interesse das equipas" nacionais.

A fase final do Europeu sub-21 decorrerá na Polónia, entre os dias 16 e 30 de junho, e contará pela primeira vez com 12 seleções.

Conteúdo publicado por Sportinforma