Europeu sub-21

10-06-2017 19:40

Diogo Jota: "A nossa fasquia está elevada"

Jogador português admitiu que há responsabilidade em representar Portugal.
Diogo Jota nos sub-21

Diogo Jota

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O avançado Diogo Jota disse hoje que a seleção portuguesa de sub-21 de futebol tem a "fasquia elevada" em termos de objetivos para o Campeonato da Europa da categoria.

O jogador, que esta temporada alinhou no FC Porto, por empréstimo do Atlético de Madrid, reconheceu que os recentes feitos das seleções nacionais dão mais responsabilidade ao grupo de trabalho.

"A fasquia está elevada e sabemos da nossa grande responsabilidade em representar Portugal, que ainda há pouco tempo foi campeão europeu na seleção A e que nos sub-21 chegou à final do último Europeu, vamos dar o nosso melhor", começou por dizer Diogo Jota.

A equipa portuguesa já está na Polónia, onde decorre a competição, a fazer um estágio na cidade de Inowcrowlaw, e Diogo Jota reconhece que ter um lugar no 'onze' inicial não será fácil.

"Temos bons jogadores em todos os setores, sabemos que vai ser uma luta grande pela titularidade, mas é um bom motivo para o 'mister' ter dores de cabeça na escolha", afirmou, sorridente, o atacante.

Na opinião de Diogo Jota, Rui Jorge tem "conseguido cativar os jogadores com as suas ideias", e considera que "a união de grupo e solidariedade têm sido muito importantes".

Sobre os três adversários que Portugal vai encontrar na fase de grupos - Sérvia, Espanha e Macedónia -, Diogo Jota prefere não fazer distinções, reconhecendo valor aos oponentes.

"São três seleções bastante difíceis, senão não tinham cá chegado, cada jogo será diferente, é difícil prever qual será pior", analisou.

À margem do trabalho da seleção, o avançado falou ainda da sua prestação no FC Porto, no qual marcou nove golos, considerou que foi "uma época positiva".

"Foi importante ter ganho minutos para chegar aos sub-21 na máxima força, infelizmente na parte final já não joguei assim tanto, mas acho que foi positivo e permitiu-me chegar aqui [à seleção] com outro estofo".

Diogo Jota 'fintou' as perguntas sobre o seu futuro, sobretudo quando foi questionado se gostaria de voltar a vestir de 'azul e branco' na próxima época.

"Não sei, não estou preocupado com isso, estou focado na seleção e depois se verá", afirmou.

O atacante disse, ainda, desconhecer as notícias que dão conta do interesse do Wolverhampton, que será treinado por Nuno Espírito Santo na próxima época, na sua contratação, embora tenha reconhecido que gostou de trabalhar com o ex-técnico do FC Porto.

A seleção portuguesa sub-21 de futebol está na Polónia a preparar sua prestação no Campeonato Europeu da categoria, que se realiza naquele país, e onde integra o grupo B, juntamente com Sérvia, Espanha e Macedónia.

O primeiro jogo da formação orientada por Rui Jorge será contra a Sérvia, em Bydgoszcz, em 17 de junho.

Conteúdo publicado por Sportinforma