Euro sub-21

14-06-2017 09:13

Portugal entre os favoritos, mas com concorrência pesada

O Campeonato da Europa da categoria, que se disputa na Polónia, começa na sexta-feira e termina a 30 de junho.
Gonçalo Paciência (E) celebra o golos dos Sub-21
Foto: MIGUEL A. LOPES/LUSA

Gonçalo Paciência (E) celebra o golos dos Sub-21

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A seleção portuguesa de futebol de sub-21 volta a surgir como uma das candidatas à conquista do Europeu da categoria, procurando capitalizar o estatuto de vice-campeã e a nova ‘fornada' de talentos ao dispor de Rui Jorge.

O percurso na prova de há dois anos, que culminou com a presença na final, perdida para a Suécia, deixou boas indicações para o futuro próximo, que se saldou em nova fase de qualificação tranquila, com oito vitórias e dois empates.

Se em 2015 o treinador Rui Jorge tinha ao seu dispor jogadores como Raphaël Guerreiro, William Carvalho, Bernardo Silva ou João Mário, atualmente todos eles figuras regulares na seleção principal, agora volta a ter um elenco de respeito, sobretudo no que diz respeito às opções do meio-campo para a frente.

Renato Sanches é a figura de ‘proa' da seleção nacional, que conta ainda com João Cancelo, Rúben Semedo, Rúben Neves, Bruno Fernandes, João Carvalho, Podence, Gonçalo Guedes, Diogo Jota, entre outros.

Ainda assim, a tarefa de Portugal está longe de ser um ‘passeio', tendo em conta que no Grupo B em que ficou inserido terá pela frente Espanha, Sérvia (ambas tiveram de jogar o ‘play-off') e a surpreendente Macedónia, que se qualificou em primeiro do seu grupo, deixando a França fora da fase final.

Os espanhóis, com quatro títulos de sub-21 e crónicos candidatos a vencer competições em qualquer escalão, apresentam-se na Polónia com um plantel de ‘luxo', do qual constam Bellerín (Arsenal), Grimaldo (Benfica), Saúl Ñíguez (Atlético de Madrid), Asensio (Real Madrid) e Deulofeu (AC Milan), enquanto os sérvios, que têm o benfiquista Zivkovic entre os eleitos, dispõem da geração que se sagrou campeã do mundo de sub-20 em 2015.

No Grupo A, a Suécia, detentora do troféu, vai medir forças com a anfitriã Polónia, a Inglaterra, que terminou o apuramento sem derrotas, e a Eslováquia, ‘carrasco' da Holanda na fase de qualificação.

Já o Grupo C terá três campeões da categoria, como são os casos da Itália, Alemanha e República Checa, aos quais se junta ainda a Dinamarca, que venceu o grupo de qualificação com nove vitórias e apenas um empate.

Os italianos, que são a seleção que mais vezes venceu a prova (cinco vezes), terão no jovem guarda-redes Gianluigi Donnarumma e nos avançados Bernardeschi e Berardi as suas principais figuras, enquanto os germânicos contam com as certezas Max Meyer e Mahmoud Dahoud, já contratado pelo Borussia Dortmund para a próxima época, e o imprevisível Sèrge Gnabry.

O Campeonato da Europa, que se disputa na Polónia, começa na sexta-feira e termina a 30 de junho.

Portugal ficou inserido no Grupo B, arrancando a participação diante da Sérvia, no sábado, seguindo-se os embates com Espanha e Macedónia, a 20 e 23 de junho, respetivamente.

Conteúdo publicado por Sportinforma