Mundial sub-20

18-05-2017 10:00

Diogo Gonçalves diz que seleção lusa é mais respeitada desde o Euro2016

Médio do Benfica afirma que representar a seleção portuguesa é uma "sensação muito positiva e um motivo de orgulho".
Diogo Gonçalves
Foto: DR

Diogo Gonçalves está orgulhoso por participar no Mundial sub-20

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O internacional português Diogo Gonçalves considera que a conquista do Euro2016 de futebol, em França, acrescenta responsabilidade à equipa das 'quinas' no Mundial de sub-20, sublinhando que o primeiro objetivo é passar a fase de grupos.

"Temos o exemplo da nossa seleção A, que foi campeã da Europa há pouco tempo. Isso acrescenta e dá-nos outra responsabilidade, porque os adversários olham para nós de outra maneira, com mais respeito, mas isso também é bom para nós", começou por dizer o extremo da equipa B do Benfica, em entrevista à agência Lusa.

Para Diogo Gonçalves, a oportunidade de poder representar a seleção portuguesa na Coreia do Sul é uma "sensação muito positiva e um motivo de orgulho", assegurando que está bem fisicamente e que fará de tudo para estar no seu melhor nível.

A equipa liderada por Emílio Peixe está inserida no grupo C com as seleções da Zâmbia, da Costa Rica e do Irão. O extremo vê nos africanos um adversário a ter em conta e refere que o primeiro objetivo é passar a fase de grupos.

"Direi que todas as seleções têm as suas qualidades e os seus defeitos. A Zâmbia é campeã de África de sub-19 e isso traz peso para este grupo. O nosso primeiro objetivo é passar a fase de grupos, depois veremos o que pode acontecer. Penso que vamos estar preparados para o grande desafio", explicou o futebolista, que terá a companhia de mais sete atletas do Benfica B na seleção.

O extremo, de 20 anos, que conta com 52 internacionalizações pela equipa das 'quinas' em todos os escalões, não acredita que "a cultura e o fuso horário" da Coreia do Sul possam vir a ser "uma desvantagem", realçando que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) tem "tudo preparado e programado" para a adaptação dos jogadores.

Titular indiscutível para Hélder Cristóvão na formação secundária das 'águias', com 37 jogos e oito golos, Diogo Gonçalves revelou que pretende competir ao mais alto nível e nem mesmo as contratações do início da temporada de jogadores como André Carrillo, Rafa, Franco Cervi e Zivkovic lhe retiram a ambição de chegar à equipa principal.

"Ambiciono outras coisas, como é óbvio, mas vamos ver o que o futuro dirá. Ele [Rui Vitória] e a estrutura do Benfica dizem-me que estão preparados para apostar na formação e também cabe ao jogador trabalhar. Não vejo [essas contratações] como um adiamento, vejo sim que o Benfica contrata jogadores com grande qualidade para todas as posições e não só para a minha", declarou.

Este é o quarto Campeonato do Mundo consecutivo em que Portugal vai participar, depois das edições de 2011 (vice-campeão), 2013 (oitavos de final) e 2015 (quartos de final). Esta sequência nunca antes tinha sido conseguida por qualquer seleção europeia.

A estreia de Portugal no Grupo C do Mundial2017 está marcada para o próximo dia 21 de maio, frente à Zâmbia (06:00 em Lisboa), seguindo-se os encontros com a Costa Rica (24 de maio, pelas 12:00) e Irão (27 maio, pelas 09:00).

Conteúdo publicado por Sportinforma