Futebol

12-11-2012 12:33

APAF atesta normalidade nos jogos sem policiamento

O jogo entre Vitória de Guimarães e Nacional não teve policiamento.
APAF atesta normalidade nos jogos sem policiamento

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O vice-presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), José Fontelas Gomes, atestou hoje que os jogos realizados no último fim de semana sem policiamento decorreram sem incidentes.

«A informação que temos até ao momento, porque estamos a fazer alguns contactos para ter a perceção nacional, é de que não houve incidentes violentos, apenas algumas ameaças, que, infelizmente, ocorrem e são habituais, mesmo em jogos com policiamento», disse José Fontelas Gomes, em declarações à agência Lusa.

No sábado, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) destacou, em comunicado, o «civismo e ‘fair play’» nos jogos dos campeonatos regionais e distritais das camadas jovens que se tinham realizado sem policiamento.

«A grande maioria dos jogos (...) realizou-se de acordo com a nova legislação relativa ao policiamento, não tendo sido registados quaisquer incidentes», referiu a FPF, em comunicado divulgado no seu sítio oficial na Internet.

Na última sexta-feira entrou em vigor o decreto-lei 216/2012 e, no mesmo dia, a FPF anunciou que o Ministério da Administração Interna (MAI) aceitou um período transitório no fim da obrigatoriedade de policiamento em competições desportivas nos escalões juvenis e inferiores.

Apesar disso, a Associação de Futebol (AF) de Lisboa manteve o adiamento de todos os jogos dos campeonatos distritais de futebol e futsal, enquanto as AF de Leiria e Setúbal adiaram os encontros dos escalões de juvenis e iniciados.

«Muitos jogos acabaram por não se realizar, por causa da suspensão das competições em três distritos. Para já, parece-nos que tudo decorreu dentro da normalidade, mas nós tememos mais a continuidade, porque, agora, a ausência de policiamento foi novidade. No futuro, pode não ser assim», advertiu o vice-presidente da APAF.

Também no sábado, o presidente da AF de Lisboa, Nuno Lobo, disse esperar, após uma reunião com os clubes lisboetas, pelo esclarecimento por parte da FPF e do MAI sobre «o que entendem pela suspensão temporária», até terça-feira.

Igualmente na terça-feira, a AF de Leiria tem agendada uma reunião com os clubes filiados sobre o assunto.

O vice-presidente da APAF manifestou-se ainda «surpreendido» com a ausência de policiamento no jogo entre Vitória de Guimarães e Nacional, da nona jornada da I Liga, disputado na sexta-feira.