Portugal 2-0 Hungria

25-03-2017 20:32

André Silva e Ronaldo dão vantagem ao intervalo

Portugal vence a Hungria ao intervalo por 2-0.
Fernando Santos dá indicações durante o jogo entre Portugal e Hungria no Estádio da Luz
Foto: Miguel A. Lopes

Fernando Santos dá indicações durante o jogo entre Portugal e Hungria no Estádio da Luz

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Dois golos colocam neste momento Portugal em vantagem sobre a Hungria quando estão decorridos os primeiros 45 minutos de jogo. André Silva abriu o marcador aos 32 minutos para quatro minutos depois ser Cristiano Ronaldo a 'fazer o gosto ao pé esquerdo' e ampliar o resultado para 2-0.

Com Ricardo Quaresma no onze titular frente à seleção 'magiar', a equipa comandada por Fernando Santos apresentou-se desde muito cedo no Estádio da Luz à procura de um golo. No entanto, a Hungria rejeitou o papel secundário na 'festa' dos Campeões da Europa e conseguiu anular o domínio do meio campo português constituído por William Carvalho, João Mário e André Gomes.

Nos primeiros instantes de jogo, a seleção portuguesa sentiu muitas dificuldades para encontrar linhas de profundidade, e apenas através dos rasgos de Quaresma é que o esférico surgia com 'magia' junto à área da Hungria.

A formação 'magiar' não abdicou do ataque, e sempre que podia procurava soluções no lançamento de bolas longas para as costas da defesa portuguesa. Aos 32 minutos, Raphael Guerreiro fez um cruzamento rasteiro para área húngara, onde surgiu André Silva ao segundo poste para inaugurar o marcador.

Em vantagem no marcador, Portugal ganhou confiança para quatro minutos depois ser Cristiano Ronaldo a deixar a sua marca no jogo com um belo remate de pé esquerdo fora da grande área a fazer o 2-0 com que as esquipas regressaram aos balneários para intervalo.

Recorde as principais incidências da primeira parte

Conteúdo publicado por Sportinforma