Portugal - Suécia

27-03-2017 08:35

Rui Marote diz que jogo cumpre expetativas dos madeirenses

A seleção portuguesa vai jogar pela quarta vez na Madeira após mais de 16 anos.
Estádio do Marítimo

A seleção portuguesa vai jogar pela quarta vez na Madeira após mais de 16 anos.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O jogo particular entre Portugal e Suécia, marcado para terça-feira, no Funchal, vai concretizar as expetativas dos madeirenses, alimentadas pela presença de Cristiano Ronaldo, segundo o presidente da Associação de Futebol da Madeira.

“É a concretização de um propósito, que vem ao encontro das expetativas dos madeirenses, e será uma grande jornada desportiva de referência”, afirmou Rui Marote, em declarações à agência Lusa.

A seleção portuguesa, campeã da Europa, vai jogar pela quarta vez na Madeira, após mais de 16 anos, naquele que vai ser o primeiro jogo do capitão Cristiano Ronaldo com a camisola das ‘quinas’ na ilha onde nasceu.

O encontro no Estádio do Marítimo, no Funchal, vai resultar no “cumprimento da promessa” do presidente federativo, Fernando Gomes, feita em dezembro último, quando visitou a região, para a inauguração de uma das bancadas do novo recinto, que tem uma capacidade para albergar 10.600 espetadores.

“Deixa-nos muito satisfeitos e, da nossa parte, temos o compromisso de acolher este jogo da melhor forma, com o máximo empenhamento na sua organização, com um estádio cheio, à semelhança do que aconteceu no último jogo da seleção, disputado na Madeira, frente a Andorra [vitória por 3-0], a 28 de fevereiro de 2001, jogo que serviu de homenagem a Luís Figo”, lembrou o dirigente.

Além disso, para Rui Marote, a presença da seleção das ‘quinas’ ganha ainda mais força “depois de o madeirense Cristiano Ronaldo ter recebido mais um galardão que o consagrou como o melhor jogador do mundo”.

Portugal e Suécia defrontam-se em jogo particular, na terça-feira, a partir das 19:45, no remodelado recinto do Marítimo.

Conteúdo publicado por Sportinforma