Liga espanhola

14-06-2017 14:31

Ronaldo de "consciência tranquila" com acusação de fuga ao fisco

Jogador foi acusado de defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.
Real Madrid vs Valencia
Foto: EPA/Javier Lizon

Ronaldo foi acusado de defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O futebolista português Cristiano Ronaldo declarou esta quarta-feira estar tranquilo perante as notícias de evasão fiscal pela justiça espanhola, que acusa o jogador de defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Na partida da comitiva da seleção portuguesa de futebol que vai disputar a Taça das Confederações, na Rússia, o ‘capitão’ da seleção foi questionado à entrada da porta do Aeroporto Humberto Delgado por uma equipa de televisão espanhola, que o confrontou com as últimas notícias dos jornais.

“(Estou de) consciência tranquila”, atirou, de longe, Ronaldo, deixando ainda uma garantia sobre a sua serenidade face a esta polémica: “Sempre tranquilo”.

A Gestifute, empresa que gere a carreira do futebolista, já reagiu também na terça-feira a esta acusação da justiça espanhola através de um comunicado, negando "qualquer tipo de esquema fiscal montado" pelo jogador para evadir impostos.

A comitiva da equipa das quinas chegou ao aeroporto de Lisboa poucos minutos depois das 13:00 para seguir viagem para Kazan, onde deverá chegar ao início da noite. A seleção nacional, que vai competir na Taça das Confederações com o estatuto de campeã europeia, estreia-se no domingo perante o México, na Arena Kazan.

A formação lusa, que está incluída no Grupo A, defronta na segunda jornada a anfitriã Rússia, a 21 de junho, em Moscovo, e fecha o agrupamento a 24 diante da Nova Zelândia, em São Petersburgo.

A Taça das Confederações, prova que serve de teste para o Mundial2018, que vai acontecer igualmente na Rússia, termina a 02 de julho.

Conteúdo publicado por Sportinforma